Cielo Mobile: Pagamentos com o cartão direto do iPhone para profissionais liberais

Cielo Mobile é um aplicativo desenvolvido para a empresa de mesmo nome e pode ser encontrado na App Store neste link, e tem como objetivo viabilizar pagamentos de clientes direto no iPhone, que é usado como uma máquina de POS. O Cielo Mobile pode ser utilizado por profissionais e empresas inscritas no serviço (taxa de R$9,90 ao mês no primeiro ano).

A solução é excelente para profissionais liberais e micro empresas, pois permite que os pagamentos sejam efetuados em qualquer lugar sem a necessidade de nenhum hardware adicional, permitindo o pagamento com o cartão em exposições, feiras, médicos, dentistas, entre outros, trabalhando com as bandeiras Visa, MasterCard e American Express, permitindo pagamento à vista ou parcelado.

O Cielo Mobile é compatível com o iPhone, iPod touch e iPad, sendo que basta inserir os dados dos cartões no sistema e o valor da transação para realizar o pagamento, e o comprovante de pagamento é encaminhado por email diretamente para o cliente. Uma excelente opção para quem está sempre na rua é não quer perder uma oportunidade de negócio, nem ficar com um cheque nas mãos!

34 Comentários para: “Cielo Mobile: Pagamentos com o cartão direto do iPhone para profissionais liberais

  1. E onde vc digita a senha? Eu não digitaria minha senha em um smartphone desconhecido, ele poderia ter algum programa espião.
    Eu tb não faria uma transação sem senha ou assinatura, pois seria ainda mais facilmente fraudada.

  2. Ué…quando se faz uma compra pela Internet, não é digitado nenhuma senha. Exemplo: americanas ou submarino.
    Qual a diferença pra esses canais?
    O nível de fraude é o mesmo, pois o fator humano tem acesso a base de dados do cartao…

  3. Fernanda, uma transação feita pela internet e bem diferente de uma transação feita em um estabelecimento com o POS. Se vc não reconhecer, um transação feita pela internet, ela será cancelada. O site é que terá que provar que o produto foi entregue (no endereço de cobrança do cartão). Já, por exemplo, uma corrida de taxi, não pode ser cobrado como na internet, pois não será fácil para o taxista provar a prestação do serviço. Hj existem duas maneiras de se provar a transação (quando o produto ou o serviço e entregue ou prestado no ato da compra), assinatura ou senha. No caso da senha, ela deveria ser digitada em um equipamento com hardware de seguraça, que não é o caso do smartphone do lojista.
    Se a digitação, da senha, fosse no smartphone do cliente, o problema seria menor, pois o cliente tem controle de seu smartphone.

  4. Márcio, nessa tecnologia é como internet. Não é digitado senha e sim somente dados do cartão como numero, validade e codigo de segurança, ou seja, igual a uma transação da internet.
    abs

  5. Ah, eu não pagaria de jeito algum.

    Numa compra na Americanas é mto diferente… qtos dados de cartões eles recebem por hora? Por dia?

    Agora com um taxista, quem disse quantas vezes ele ñ poderá passar os meus dados? E como que eu comprovarei que ñ usei o taxi naquela hora?

    Bom, acho difícil, mas se tiver que digitar a senha então, aí é que eu não pago assim mesmo.

  6. Fernanda, se é como vc falou, este app não se equivale a um POS (como foi dito no post). Alias, para ser igual a uma compra pela internet, nem era necessário um programa, bastava uma pagina no browser.

  7. Esse serviço, se não for fiscalizado pelo Orgãos competentes de receita, vais ser uma mão na roda para os sonegadores.
    Para ter uma maquina POS voce tem que ter uma empresa ou um cadastro de ambulante na prefeitura. Pessoas fisicas por si só não podem ter.
    Com esse sistema basta ter um aparelho compativel, baixar o programa, que é free, cadastrar-se no serviço e pagar uma mensalidade.
    São grandes as possibilidades de sonegação se o sistema for só isso mesmo. Um simples cadastro e pagamento de mensalidade a operadora.
    Agora a chinesada e a rapaziada do Paraguais vai poder vender seus produtos píratas e até oferecer uma facilidade de pagamento para o cliente trouxa que compra coisas falsificadas.
    Cliente: Quanto custa esse AiPodTouch 500Gb (made in Paraguai)
    Pirata: É cento e tlinta e cinco real né!
    Cliente: Mas posso pagar no cartão?
    Pirata: Craro que pode! E ainda parcela em 3x sem juro!
    Cliente: Entao vou levar.
    Pirata: Me passa os dado do seo carton…
    Cliente: 1234567890123, codigo de segurança 123
    Pirata: Plontinho, muito obligado!
    Cliente: Mas e a garantia, é de quanto tempo?
    Pirata: Galantia?? Depois voce conversa com o Pablo. Porque o Pablo sempre diz, né. La garantia Soy Jo!!

  8. Ana, qual a diferença das Americanas pra uma pessoa Física?
    Pesqquise e veras o numero de reclamações por cobrança indevida de saites como Americanas, Submarino e ‘derivados’

    Pra comprovar q nao estava no Taxi? pega recibo do motel ;)

  9. Encontrei uma explicação na AppStore, não pede senha nem assinatura. Como especialista em segurança, achei a solução insegura, tanto para quem recebe quanto para quem paga. Eu não usaria.

  10. Marcio, Ok! É uma opinião que deve ser respeitada.
    Apenas sugeri aos que não conhecem, que busquem mais informações. Vc como especialista pesquisou e formou uma opinião. Acho isso muito importante do que ficar jogando suposições como outros. Eu, como especialista na área de cartões é uma opção para o mercado que foi amplamente estudada e digo mais, certificação PCI/DSS.
    abs

  11. @Fernanda e @Marcio

    Ao efetuar esse tipo de compra via celular você deve digitar os dados solicitados referentes ao seu cartão, contudo, isso não consiste em segurança.

    A segurança da autenticidade nesse caso ocorre de 2 modos diferentes a saberem:

    - criptografia própria, única e exclusiva da empresa mantenedora desse serviço. A criptografia a que me refiro é do conjunto de dados enviados pelo sistema/celular ao serviço de pagamentos, uma vez feita a recepção inicia-se o processo de validação desses dados

    - conjuntamente com esses dados seguem o IMEI que como de conhecimento de todos é único, e, além dele segue uma outra série de códigos que caracterizam a autenticidade do portador

    Se isso for como na Europa, tenham absoluta certeza que é mais seguro do que cartão de crédito, cujo qual já tive o desprazer de tê-lo clonado.

    Um abraço, amigos.

  12. Nel, é como a Fernanda falou no inicio desta conversa, é igual a uma transação na internet. Pior, é como fazer uma transação na internet, mas utilizando um micro desconhecido.
    O cliente nem tem como ter certeza se as telas que ele esta vendo são do programa original ou de uma simulação do programa original. Já para o lojista, ele terá dificuldade de provar que realmente a transação ocorreu, se o cliente pedir o cancelamento da transação. Estes são problemas anteriores à criptografia.
    É uma solução boa em termos de conveniência, mas muito fraca em termos de segurança.

  13. Infelizmente, minha resposta para o Nel, não foi publicada. Vou tentar de novo:

    Nel, como disse a Fernanda, no inicio das mensagens, esta solução se equivale a uma transação via browser, na internet. Alias é pior do que usar o cartão na internet, pois vc utilização um equipamento desconhecido, para o cliente. E como fazer uma transação, pela internet, mas em um computador que vc não conhece.
    Para o cliente, o sistema é inseguro, pq ele não tem como ter certeza se as telas, do programa, são do programa original ao de uma simulação.
    Para o lojista, o sistema é inseguro pq, se o cliente cancelar a transação, o lojista terá muita dificuldade de provar que a transação e verdadeira.
    Existem outras razões para considerar o sistema inseguro, este são apenas 2 exemplos..
    Minha conclusão é que o sistema é bom se analisarmos a conveniência, mas é ruim se analisarmos a segurança.

  14. Marcio Teixeira é pra isso q ser ssl, imagina como funciona uma App Store da vida…. ali milhares de transações são feitas por dia.

    claro q a máquina de pos é mais segura, mas a pessoa recebe um email com o demonstrativo da fatura e aposto que a cielo envia um “comprovante” por sms ou liga pra pessoa (como o pessoal da mastercard me ligou na primeira vez q comprei no itunes)

  15. Dário, acredito em transação online, desde de que vc a faça em uma máquina de sua confiança. O ruim, desta solução, é usar o smartphone do lojista. Se fosse o do cliente, seria parecido com a transação na internet. O SSL protege o dado no caminho e não contra um monitoramento local.

  16. Sou lojista sabe, e aqui no piaui usamos um sistema parecido com a bandeira credishop (utiliza um pc com web e um leitor de cartões usb) e utiliza também uns bloquinhos para autorização onde o cliente assina.

    A cielo deveria adotar essa solução. (bloquinhos com a assinatura do cliente)

  17. Dário, a questão não é acreditar ou não no lojista, e sim acreditar ou não que o lojista tem conhecimento para proteger os dados do cliente. Vou fazer uma pergunta simples (parece que não tem nada haver, mas tem tudo haver), vc acredita que a urna eletrônica brasileira é 100% segura, como diz o TSE?

  18. Seu bando de caipira! por isso que o Brasil é atrasado em tecnologia! saibam que nos EUA os vendedores da Apple utilizam este aplicativo de um Iphone para cobrar as compras.

  19. A questão é…
    …agente usa nosso iPhone (nossa infra) para fazer o pagamento e ainda tem que pagar um valor mensal para usar? Quando realizamos qualquer pagamento usando as máquinas e a rede da CIELO NÓS já pagamos por este serviço que está embutido no produto e outros custos, não pagaria por outro serviço (se é que posso chama-lo de serviço) cascateado usando meu iPhone.

    J A M A I S

  20. So acho que deveria ter uma impressora aclopada no celular pois receber por email é esquisito e poderia ter uma assinatura digital mesma usada pelos AGENTES do IBGE vc passa ali na tela e capta sua assinatura então o sistema poderia ser melhorado.Pior é o cara lancar varios pagamentos do que riscos bestas de dados de cartao qualquer um pega dados de cartao o dificil e comprar algo e mandar pro endereço diferente da fatura .

  21. Marcio Teixeira. Você tem muito que aprender com compras online, e rever seus conceitos com relação a compras com cartão de crédito. Pelo jeito não tem o hábito de comprar pela internet. O benefício de assinatura em arquivo só é conscedido a determinados profissionais, ou estabelecimentos. A compra pela internet pode ser cobrada em um POS tradicional como por um POS de smartphone e você nem terá conhecimento disso. Se um taxista te apresentar um smartphone para vc pagar a corrida com cartão, não use o cartão. Se vc quiser pagar o seu dentista com cartão e ele te apresentar um smartphone, vc vai embestar e preferir pagar com cheque, mas talvez ele não aceite o seu cheque porque vc é um paciente problemático. Capicci???

  22. eu ja comprei um sansung ace e ja aderi esse tipo de cobrança pis é muito seguro pois esse sistema sendo linux ou aplle e muito seguro e outra coisa ja uso linux a 3 anos em duas maquinas minha e nunca deu virus pois não uso nada pirata so uso os programas que posso complar windows ferrado so a redecar usa rsrsrsr

  23. isso é muiiito seguro pois não e windows é um sistema operacional mac ou android baseado em linux precisa mais …. parabéns cielo so precisa colocar tb a opção debito pois ja estou usando o meu.

Deixe uma resposta