Passeando entre o iPhone e o Android

Desde o início deste mês eu resolvi trocar o meu iPhone 4, que foi para a esposa pelo Galaxy Note com o sistema operacional Android, e notei algumas vantagens de desvantagens em ambos os sistemas, mas nenhum que justificasse realmente um comentário indicando que uma plataforma seria superior a outra.

Do lado do iPhone tinha as vantagens de contar com um dispositivo mais compacto e que ficava melhor no bolso e para falar como telefone, uma ótima estabilidade e velocidade do sistema, o Instagram (que em breve deve chegar ao Android) mais aplicativos de música para usar o gadget como instrumento e muitos acessórios e capinhas disponíveis por todo o mercado.

Por outro lado no Galaxy Note eu tinha uma tela gigante e muito bonita para navegar e utilizar aplicativos com muito mais conforto, widgets que facilitam o trabalho no dia a dia, uma boa caneta para anotações, super útil em reuniões e eventos, rádio FM e um belo hardware com características técnicas excelentes.

Em resumo, estou conseguindo utilizar os dois modelos aproveitando as vantagens de cada um sem sentir muita falta de nenhuma características, ficando com a sensação de que nos aparelhos mais caros e completos consigo ficar muito bem servido, me adaptando muito bem as pequenas diferenças de cada sistema, que no meu ponto de vista não justificam os comentários dos usuários que defendem seus aparelhos como se fossem a própria vida.

No passado as diferenças entre os sistemas operacionais dos celulares eram mais profundas, mas será que hoje as coisas ainda são assim? Nos últimos dois meses usei o iPhone 4, Nokia N9, Galaxy Note e Nokia Lumia 800, e confesso que não fiquei na mão com nenhum destes aparelhos, que conseguiram se adaptar perfeitamente na minha rotina, respeitadas algumas diferenças e vantagens de cada aparelho.

6 Comments

  1. Julio Bastos 28/04/2012
    • Rodrigostoledo 28/04/2012
  2. Marcos 28/04/2012
    • Rodrigostoledo 28/04/2012
  3. Marcos 28/04/2012
    • Rodrigostoledo 28/04/2012

Leave a Reply