O futuro da música e dos trabalhos na internet

Nesta segunda eu estava conversando com uma amiga cantora que faz um duo com um excelente tecladista sobre trabalhos com música eletrônica no Brasil, e a dificuldade de conseguir fazer shows e levantar dinheiro atualmente.

De certo modo eu pude ver nas palavras desta amiga algumas dificuldades que eu estava enfrentando com o meu primeiro blog, que com o passar do tempo para os meus olhos, perdeu um pouco do brilho e ainda deixou de crescer da mesma forma que nos primeiros anos. Eu estava preso nas atualizações de notícias, precisava mudar mas não conseguia sair da minha zona de conforto, até que o meu servidor de hospedagem faliu, meus arquivos foram perdidos e / ou corrompidos e precisei começar um novo projeto praticamente do zero.

Esta situação que poderia deixar qualquer um desesperado, me animou muito e deu uma nova vida aos meus projetos na internet, que se tornaram mais pessoais, deixando de lado posts sobre atualizações de aplicativos, games e aparelhos por um pouco mais de história, com um pouco do meu dia e das minhas experiências.

Hoje eu descobri um novo projeto da cantora Amanda Palmer da dupla Dresden Dolls, que resolveu buscar apoio na internet para lançar seu novo disco. Aproveitando sua base de fãs, ela publicou um projeto no Kickstarter para buscar os US$ 100.000 necessários para finalização e divulgação de suas novas músicas, e acabou conseguindo nada menos do que US$ 250.000 em um único dia!

Iniciativas semelhantes foram utilizadas no Brasil para a contratação de um jogador de futebol e para tirar a roupa de uma garota, mas onde estão os negócios e projetos de verdade, sejam produtos, softwares ou cultura? Acho que ainda deve levar um tempo para este tipo de alternativa para levantar recursos diretamente com o publico consumidor emplacar no Brasil, mas eu gosto muito de ver estes cases de sucesso que acontecem pelo mundo.

Voltando ao meu blog e ao projeto de minha amiga, eu acho que devemos sempre arriscar mais, sair do lugar comum, mesmo que o preço seja começar do zero com um novo conceito, o que em muitos casos pode ser uma ótima opção. Quando perdi o conteúdo do meu antigo blog um leitor deu a sugestão de recuperar os textos com a ajuda do Google Reader e seu cache, com o útil copiar e colar, mas quando comecei a fazer este trabalho percebi que tinha tantos posts de notícias desinteressantes que acabei desanimando, e dos primeiros 250 posts salvei apenas uns 15 ou 20 que foram publicados aqui neste novo blog.

Para finalizar, eu acredito que para competir com grandes players precisamos ser originais na maior parte do tempo, além de arriscar novos formatos buscando sempre uma postura inovadora, o que pode ajudar o trabalho a ganhar um pouco de destaque em um mercado tão cheio de cópias. Agora veja o vídeo do projeto da Amanda Palmer no Kickstarter, que merece destaque pela originalidade no conteúdo e forma de buscar recursos, e que deve servir de exemplo para muita gente!

6 Comments

  1. Rodrigo 01/05/2012
    • Rodrigostoledo 01/05/2012
  2. Leon 01/05/2012
    • Rodrigostoledo 02/05/2012
  3. Rodolfo 02/05/2012
    • Rodrigostoledo 02/05/2012

Leave a Reply