Que fim levou o Macbook Pro?

Somente para fechar a história da troca do Macbook Pro de 13 polegadas, no final das contas após muita pesquisa acabei comprando um Macbook Pro de 15 polegadas com processador de 2,1 GHz Intel Core i7 de quatro núcleos com 4GB de RAM 1333 MHz DDR3 e HD de 500GB, sendo que por menos de 200 reais ainda fiz um upgrade para 8GB de RAM para ganhar um pouco mais de conforto e velocidade.

Na semana passada a Apple começou a fazer algumas promoções muito boas nas máquinas da geração anterior, e como as configurações ainda são respeitáveis e o preço ficou consideravelmente mais baixo, resolvi aproveitar e fazer o upgrade. Apesar da diferença de preço para um Notebook com Windows, a conta fechou quando coloquei a necessidade de compra de uma nova placa de som externa, de um aplicativo equivalente ao Logic Pro e do Office.

De qualquer forma estou estudando a venda do meu Macbook Pro de 13 polegadas com processador Core 2 duo de 2,4GHz, 8GB de RAM e HD híbrido de 500GB e 7200 rpm e do Macbook Branco com Core 2 Duo de 2,0 GHz, 2 GB de RAM 667 MHz e HD de 320 que podem ajudar muito na redução das despesas com a troca do equipamento.

Até pensei em comprar um Macbook de 13 polegadas com i7 ou um Macbook Air, mas o receio de ficar com pouco fôlego no processador em um tempo menor ou o risco de ficar limitado na configuração da memória RAM acabou definindo minha escolha. Como trabalho com a edição de áudio no equipamento, muitas vezes com arquivos extremamente pesados preciso de um processador mais forte e de folga na memória RAM para conseguir trabalhar com mais conforto.

A parte mais difícil foi encontrar a máquina em alguma loja, pois ela havia esgotado em praticamente todas as lojas da rede Fast Shop, sendo que só consegui encontrar algumas poucas unidades nas lojas da iPlace, antiga My Store. Com o pagamento à vista e aproveitando o desconto para queima do estoque das máquinas da linha anterior eu consegui chegar em um valor muito bom, e apesar do peso extra da máquina, o alto desempenho acabou compensando de forma considerável.

Não foi a opção mais barata quando comparado aos equipamentos com Windows, mas a conta fechou após o cálculo dos investimentos realizados em software e hardware, entretanto a partir de agora vou me programar para fazer os futuros upgrades de hardware e software com opções compatíveis com PC e Mac para poder contar com mais opções de compra no futuro.

Desta vez eu quase voltei para um Notebook com Windows, mas como preciso de um desempenho acima da média para edição de áudio resolvi não arriscar a troca para não correr o risco de me arrepender, além de precisar enfrentar a curva de aprendizado com um novo software para a gravação de áudio, tendo em vista o fato de que o Logic Pro é meu velho conhecido e ainda é totalmente compatível com todas as minhas baterias eletrônicas. Agora eu acredito que vou ficar sossegado um bom tempo, sem precisar comprar um novo equipamento!

10 Comments

  1. Josimar 18/06/2012
    • Rodrigostoledo 18/06/2012
  2. HugoS32 18/06/2012
    • Rodrigostoledo 18/06/2012
  3. msoliva 18/06/2012
    • Rodrigostoledo 18/06/2012
  4. DStellet 18/06/2012
    • Rodrigostoledo 18/06/2012
  5. Luana 30/06/2012
    • Rodrigostoledo 02/07/2012

Deixe uma resposta