Fazendo música eletrônica em casa

Há muitos anos eu trabalhei com música eletrônica, ainda na época de sequenciadores e baterias eletrônicas dedicadas, onde o Korg M1 em conjunto com o Yamaha DX100 e a bateria DR-660 em conjunto com um baixo elétrico faziam um conjunto matador, mas o tempo passou e hoje o computador tem uma presença cada dia mais forte nas produções e isso não significa que as coisas ficaram mais fáceis.

 Com muitos recursos disponíveis algumas tarefas sem dúvida alguma ficaram mais simples, mas de uma forma geral o trabalho ainda é muito pesado, sendo que criar boas composições ainda é um grande desafio para todos que trabalham com música eletrônica.

Desde o ano passado estou ensaiando uma volta ao trabalho com música, e hoje tenho um bom setup para garantir um belo recomeço, com o Logic Pro instalado no Macbook Pro de 15″, uma interface de áudio One, as baterias eletrônicas Spark da Arturia e Maschine Mikro (bateria +  sampler), um controlador Axiom da M-Audio e um iPad recheado com muitos aplicativos para música. O grande desafio é fazer estes equipamentos todos se conversarem da melhor forma possível para que seja possível aproveitar o melhor de cada um, e fazer a Maschine Mikro rodar com certeza é um dos maiores desafios, pois o equipamento não é tão intuitivo quanto os outros brinquedos da lista.

Como não consigo dedicar tanto tempo para os trabalhos com música estou demorando um pouco mais do que o normal para entender como fazer a parafernália de equipamentos funcionar de forma conjunta, mas acredito que em breve vou conseguir concluir os primeiros projetos com os equipamentos.

Curiosamente eu lembrei de todo o trabalho que existe na produção de música eletrônica ao ver a imagem abaixo, que reflete muito bem como as coisas acontecem!!

2 Comments

  1. Samuel 25/07/2012
    • rtoledo 26/07/2012

Leave a Reply