Smartphones e tablets na educação

A cada dia mais estudantes utilizam smartphones e tablets na escola e até o momento a maior parte dos educadores foi contra a presença destes equipamentos em sala de aula, pois na maior parte do tempo eles acabam atuando como um elemento a mais para distrair os alunos, mas será que não passou da hora de rever este conceito e tentar utilizar a tecnologia de uma maneira mais positiva e construtiva?

Apesar do forte apelo das redes sociais e games, eu acredito que os smartphones e tablets deveriam começar a substituir os livros e apostilas nas escolas para que aplicativos como o Notability, Bamboo Paper, GoodReader, myHomework, Calculator Pro e PowerSchool passem a fazer parte do dia a dia dos alunos.

Hoje eu encontrei um interessante infográfico preparado pelo OnlineColleges que mostra como a tecnologia pode ajudar as escolas na educação dos alunos. Acho que passou da hora das escolas adotarem de forma mais pesada a tecnologia dentro da sala de aula para começar a falar a mesma língua dos alunos, e quem sabe conseguir um pouco mais de interesse e atenção das turmas.

Um comentário

  1. Na área de exatas ainda precisa melhorar a oferta de softwares matemáticos do nível de Maple, Mathematica, Maxima, MatLab, etc. Os atuais para smartphones & tablets são bem mais simplificados e limitados.

    11 de agosto de 2012
    Responder

Deixe uma resposta