Apple com os preços fora de controle no Brasil

09-macbook-1192x1260

Eu uso os computadores da Apple desde 2007, quando enfrentei alguns problemas com vírus no Windows e acabei desistindo do sistema operacional da Microsoft, sendo que desde então comprei muitos softwares e computadores diferentes, sendo que três deles continuam firmes em casa trabalhando. Apesar do preço um pouco mais elevado, o hardware, o metal empregado na construção do notebook aliados a estabilidade e segurança do sistema operacional sempre fizeram uma grande diferença, mas os preços dos produtos estão tornando a compra absurda e questionável, sendo que a diferença de valor é totalmente não pode ser justificada nem com a alta do dólar ou os altos impostos brasileiros.

As minhas últimas máquinas compradas da Apple foram um MacBook Pro de 15″ do final de 2011 que na época tinha o preço de aproximadamente 5.000 reais e um Macbook Air de 11″ de 2013 que custou 4.400 reais, sendo que hoje os preços estão absurdamente maiores, como podemos conferir na tabela abaixo publicada no site Mac Magazine:

09-tabela-notebooks

 

Com estes novos preços ficou praticamente impossível comprar um Macbook Pro de 15″ semelhante ao comprado há poucos anos, que praticamente triplicou de valor e o Macbook Air de 11″, subiu de 4.300 para 7.000, o que é realmente uma diferença gigante, que deve levar muitos usuários a trocarem de sistema para fugir destes preços totalmente fora da realidade. Navegando pelos sites especializados é possível ver os consumidores indignados comentando que vão usar até acabar os produtos que tem, mas no futuro pretendem migrar para outras marcas, seja de notebooks ou celulares, ainda mais com o dólar com um valor de mais de 3,20 para compra.

A situação é ainda pior para os acessórios, que sofreram um aumento ainda mais elevado conforme podemos conferir na tabela abaixo do MM:

09-comparativo-precos-aos

Por mais que eu goste dos notebooks da Apple, acho que tenho que ter um mínimo de respeito e consideração com o meu dinheiro, que não é nada fácil de ganhar e não merece ser gasto desta forma em um dispositivo que por mais que seja extremamente útil, estável e conte com uma construção premium, será utilizado da mesma forma que qualquer outro computador vendido por uma fração de seu preço. Pode ser que a troca seja um pouco difícil após tantos anos sem um Windows em casa, mas com certeza será muito mais fácil do que gastar algo entre 10.000 e 15.000 por um notebook novo!

 

 

9 Comments

  1. Augusto 10/03/2015
  2. Gilberto Guambe 10/03/2015
  3. luiz 10/03/2015
  4. Paulo 10/03/2015
  5. Cláudio César Gomes de Macedo 10/03/2015
  6. Dennis Cardoso 10/03/2015
  7. AdrianoDuia 10/03/2015
  8. JotaEle 10/03/2015

Leave a Reply