Será que ainda precisamos dos celulares mais caros?

771516_motoxplaycertook2_g

Nesta semana eu encontrei um post em um blog fazendo uma espécie de enquete com os seus leitores para saber se eles estavam considerando a compra de um aparelho mais top de linha ou iriam optar por um modelo intermediário. O fato é que hoje um aparelho que ocupa o meio da tabela em questão de preço e hardware há pouco tempo era considerado um aparelho top e para a maior parte dos usuários consegue atender com folga todas as necessidades, incluindo games um pouco mais pesados.

Com preços na faixa de 2500 até 3.500 reais nos modelos mais caros, comecei a ver muitos amigos optando por aparelhos como o novo Moto G ou o Moto X Play, que podem até não possuir aquela bela tela curva do Galaxy S6, mas cumpre seu papel com competência e atende bem seus usuários. Ontem estive no quiosque da Motorola no Shopping Eldorado em São Paulo e pude conferir novamente o Moto X Play, que me pareceu um aparelho bem honesto e com um custo x benefício.

Há muitos anos venho tentando limitar os gastos com a compra de celulares em um máximo de 1500 reais, sendo que apenas em alguns casos como com o Moto Maxx eu passei um pouco deste valor, mas confesso que não encontrei muita vantagem nesta escolha, não só pelos bugs no meu aparelho após a instalação da versão oficial do Android 5.0.2, mas também pelo fato de que a Motorola costuma dar mais atenção para as atualizações dos outros modelos como o Moto G e o Moto X.

Será que ainda precisamos dos celulares mais caros ou podemos ficar tranquilamente no meio da tabela gastando bem menos com aparelhos com um bom custo x benefício? Acho que hoje considerando a evolução do Moto G e do Moto X, bem como outras opções de marcas como a Xiaomi e a Asus podemos começar a repensar os nossos gastos.

4 Comments

  1. BDF 13/08/2015
  2. gugahapkido 14/08/2015
  3. NZ 14/08/2015

Leave a Reply