Fim da linha para o Macbook Pro 15″

Macbook_camera

O Macbook Pro de 15″ polegadas com certeza foi o melhor notebook que pude comprar até hoje, com 16GB de RAM, um HD SSD de 240GB e seu processador Intel i7, entretanto bem mais cedo do que eu imaginava as coisas começaram a ficar ruins e o equipamento apresentou problemas com a placa de vídeo e precisou passar por um recall para a troca de sua placa mãe e placa de vídeo. Após este reparo a própria assistência da Apple recomendou um uso mais tranquilo do equipamento, indicando que com o tempo o problema poderia retornar e que após os 3 meses de garantia do reparo a reclamação deveria ser efetuada diretamente na Apple.

Apesar de estarmos falando de uma máquina bem cara, o equipamento é de 2011 e estou ciente de que com esta idade a relação custo x benefício de um reparo começa a ficar um pouco complicada, deste modo comecei a utilizar com muito cuidado para tentar esticar ao máximo a vida útil, mas nesta semana alguns novos problemas começaram a surgir. Primeiro notei que a máquina estava estranhamente lenta, sendo que mesmo com s sua configuração bem mais forte do que a encontrada no Macbook Air de 11″ da esposa com apenas 4GB de RAM e um i5, o pequeno notebook estava com uma performance muito melhor nas mais variadas tarefas, enquanto em muitas situações simples a bola de praia aparecia por um longo período na tela do Macbook Pro de 15″.

Depois deste problema de performance, notei que a câmera do Macbook Pro de 15″ havia desaparecido e mesmo após seguir todos os tutoriais imagináveis na internet não consegui resolver o problema e sobrou apenas mais duas tentativas, a restauração do sistema para um backup mais antigo e por fim a formatação e reinstalação do sistema operacional do zero. Após tentar estes dois caminhos a máquina continuou com os mesmos problemas sem nenhuma alteração e acabei desistindo de tentar salvar o equipamento.

Como este notebook é de 2011 as coisas começam a ficar um pouco difíceis e o custo de reparo pode não compensar, ainda mais quando existe a possibilidade de termos problemas com a placa mãe novamente. É uma pena, mas hoje sinto que não tenho muito o que fazer e o dinheiro para salvar uma máquina tão antiga na minha opinião não é um bom investimento.

Por sorte não vendi a máquina, pois hoje estaria com o problema de devolver o dinheiro após ter investido em outro equipamento, mas agora ganhei um novo problema, o que fazer com o que restou da máquina, que hoje ainda funciona, mesmo que com uma performance muito abaixo do esperado?

 

 

 

 

 

 

5 Comments

  1. Denis 27/10/2015
  2. Marcio 27/10/2015
  3. Denis 27/10/2015
  4. Rodrigo Simoes 29/10/2015
  5. Denis 31/10/2015

Leave a Reply