Galaxy Note 7: Descanse em paz

samsung-galaxy-note7-dest-1

Eu escrevo sobre tecnologia desde 2007 e antes disso participava de forma muito ativa de grupos de discussão sobre Palms e Pocket PC’s e neste tempo pude ver muitos sistemas, tecnologia e empresas nascendo e morrendo, mas não me lembro de ter visto nada parecido com o que aconteceu com o Samsung Galaxy Note 7 e hoje ao ler o texto do amigo Henrique do ótimo  ZTop lembrei de muitas histórias do passado.

Entre os meus smartphones preferidos de todos os tempos, sem dúvida alguma a série Galaxy Note sempre teve um lugar garantido no meu coração, com sua performance impecável e a útil canetinha que quebrava um galho gigante e até a mesmo minha resistência inicial com o seu tamanho gigante, que não ficava bem no bolso na era pré phablet, mas que hoje não é mais um problema para a maior parte dos usuários que aprenderam a gostar de grandes telas.

Neste ano comprei o Galaxy S7 edge por conta do Gear VR e dos pagamentos com o celular, assunto que me interessa há muito tempo, desde quando eu era o funcionário número dois da área de novos negócios do PagSeguro que ajudou a trazer os pagamentos para o celular, sendo apesar das limitações do uso do cartão de memória eu fiquei bem satisfeito com o aparelho. Já estava me preparando para a troca do S7 edge pelo Note 7 quando os primeiros problemas começaram a surgir e as explosões da primeira leva fizeram a Samsung fazer um recall mundial do produto.

Ontem a Samsung pediu para seus parceiros (varejo, operadoras) suspenderem as vendas dos Note 7 com a falha explosiva corrigida depois de pelo menos cinco aparelhos “novos” explodirem na última semana.

Os consumidores que possuem um Galaxy Note 7 original ou um Galaxy Note 7 substituído devem desligar e parar de usar o dispositivo. A companhia destaca que o produto ainda não foi comercializado no Brasil“, diz a Samsung, em comunicado oficial.

Nesta manhã muitos veículos como a Bloomberg, Verge, WSJ informaram que a Samsung interrompeu a fabricação do Galaxy Note 7 e a notícia se confirmou no site de relações para investidores da empresa Coreana:

“Samsung Electronics Inc. anunciou hoje que está temporariamente ajustando a escala de produção do Galaxy Note 7 para tomar passos mais eficientes para garantir segurança e qualidade.

A companhia irá fornecer um anúncio sobre o tema quando tiver novas informações ou daqui a um mês”

Eu mesmo vou pensar muito antes da compra de um novo modelo da marca e quero testar com calma e esperar algum tempo antes de pensar no S8 quando este modelo chegar ao mercado. Hoje fico até um pouco preocupado em embarcar em uma viagem internacional com o meu Galaxy S7 edge, pois tenho amigos que já foram obrigados a desligar o aparelho durante o voo. O Note 7 apresentou problemas, mas o S7 edge pode muitas vezes ser confundido e acabar pagando o pato, lembrando que este modelo também pegou fogo em algumas partes do mundo, em uma escala infinitamente menor, mas o problema chegou a acontecer.

Uma pena e como comentou o Henrique, é uma dor de cabeça gigantesca para a Samsung, com o elevado custo do recall mundial, um estoque de produtos parado nas fábricas e a imagem da marca, que certamente ficou muito prejudicada com este problema. Acho que agora a empresa vai depender de um excelente lançamento com o S8, que deverá chegar ao mercado em perfeitas condições, carregado de inovações, com um preço competitivo e uma campanha de Marketing realmente impecável para ajudar a limpar da memória dos consumidores este grande problema. Vou esperar e torcer para a Samsung acertar a mão na próxima vez, pois eu realmente gosto muito da empresa e de seus produtos! 😉

Leave a Reply