Música: Download Legal x Ilegal

Hoje eu encontrei um post muito interessante, mas que certamente ainda não pode ser aplicado no Brasil, já que ainda não temos opções realmente competitivas de download de músicas na web.

Segundo um estudo realizado pela Entertainment Media Research, 51% dos usuários da web estão fazendo download de músicas de forma legal através de serviços como o iTunes, o que é realmente uma surpresa. Ao lado de bons arquivos, temos uma quantidade de arquivos de MP3 de baixa qualidade sem tags ou capas muito grande, sem contar quando aquela boa alma simplesmente sai do ar e abandona o seu download em 95% para nunca mais voltar. Será que se as músicas fossem vendidas por um preço realmente competitivo (digamos, por 10,00 ou 15,00 reais o álbum) as pessoas não iriam começar a comprar mais músicas?

Com um download ultra rápido, arquivos de alta qualidade, tags bem feitos, capas e um preço baixo eu acredito que as coisas comecem a mudar. Se a música fosse realmente barata na internet, você compraria ou continuaria fazendo downloads em fontes genéricas?

Fonte: Techdigest.tv.

11 comentários em “Música: Download Legal x Ilegal

  1. Eu realmente compraria músicas se eu as achasse para comprar. Eu já até tentei acessar algumas lojas online, apenas para descobrir que somente pessoas dos EUA podem usar o serviço.

    Eu não conheço nenhum site nacional que venda música a preços competitivos.

  2. Eu compraria músicas, mas o problema é que não querem me vender… Já tentei comprar pela Amazon, e pelo iTunes Music Store, mas nenhuma delas vende para o Brasil. Sim, eu poderia criar uma conta falsa no itunes com endereço norte americano, e arranjar cartões pelo mercado livre, etc, mas isso é um porre para se fazer constantemente.
    E as lojas nacionais não vendem as bandas que eu escuto, além de venderem em formato wma (uso um ipod nano 3g).
    Fechando, eu compraria sim músicas online legamente, assim como compro meus jogos pelo sistema Steam da Valve (tenho mais de 15 jogos na minha lista).

  3. Eu compraria se o preço fosse bom, tipo os 10 reais por album. Se tudo fosse bem organizado, como vc disse, coms tags certinha, nome da musica, do autor, do album, ano, faixa, cd, compositor melhor aida se já tivesse a letra (=D ai eu exagerei, mais não é nada impossivel), alem de ter uma forma facil de pagar.

  4. Menos 5 reais por álbum é querer demais. Algo no esquema do iTunes, 1 real por música e desconto caso compre todo o álbum já seria justo. Por exemplo, um álbum da banda Rasputina, com 20 faixas, custa 10 dólares, mas se você comprar cada faixa individualmente, sai 1 dólar cada.

  5. 10 reais por album vcs ficaram doido, um cd hoje ta quanto, 25 a 40 reais né. Eu acho, depois que robaram meus cds originais no carro, nunca mais comprei um cd, então não sei muito bem o preço, mas acho que é por ai.

    Quanto vc acha que sai o custo de fabricação de um CD para uma gravadora, algo entorno de R$1,5 a R$3,00. Então amigo o resto é gasto com: propaganda, logistica(distribuição), royots, imposto e lucro.

    Na minha humilde opinião fica algo assim em percentual

    Propaganda: 40%
    Logistica: 15%
    Royots: 5%
    Imposto: 20%
    Lucro: 20%

    Com a digitalização vc elimina a logistica e coloca o custo do site do lugar, então o preço total de um cd(de uma musico/banda conhecida) no brasil deve diminuir em torno de uns 20% digitalmente.

    Então acho que chegaria a casa de R$18,00 a R$30,00 o que continua sendo muito caro.

    Nos dias de hoje, não tem condições de gastar isso em um CD.

  6. caro Rodrigo eu nao consigo configurar a minha caixa d Email.
    Nao sei qual é o problema o meu telemovel é o n95 de 8gb.
    Peço a sua ajuda. Obrigado

  7. Olha, Rodrigo, eu diria que as chances aumentariam consideravelmente de qualquer um comprar. No meu caso sairiam do 0% atual para uns 25%.

    Gostei da iniciativa do Nine Inch Nails, que está com um site show de bola, vende seus albuns por preços legais tudo online. Você tem opção de comprar o download apenas, o CD e até pacotes especiais mais caros. Cada álbum pode ser escutado online e você pode baixar as primeiras X músicas do álbum gratuitamente, além de álbums completamente grátis também. Tem vários formatos e qualidades para serem baixadas.
    Que sirva de exemplo pro mercado musical. Além do lado do usuário (prático, baixo custo, etc) tem o lado do produtor, como Rodrigo too comentou, que pode reduzir significativamente o ovearhead de custos e impostos aumentando o lucro dos músicos enquanto abaixa os preços pros fãs!

    http://www.nin.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.