iPhone 3G: Problemas com rachaduras



29112008045

Originally uploaded by rodrigostoledo

Hoje na Fnac do Shopping Morumbi pude confirmar que o iPhone com o seu corpo plástico tem realmente um acabamento bastante inferior e apresenta rachaduras em algumas partes como foi divulgado por vários blogs e sites.

A rachadura do modelo em exposição estava em uma parte que aparentemente não sofreria uma grande tensão que poderia justificar o dano, e apesar de não causar nenhum problema ao aparelho, faz com que o mesmo fique com uma aparência de produto barato e com acabamento ruim.

Será que isto está acontecendo com grande frequência nos novos iPhones 3G? De qualquer forma eu sempre prefiro o acabamento em metal!!

4 comentários em “iPhone 3G: Problemas com rachaduras

  1. Também prefiro aluminio. Além do mais, a Apple bate tanto no peito dizendo que os novos macbooks são de alumínio, que é muito mais facilmente reciclado, mas esquece que no iPhone, que é muito mais perecível (trocamos mais de celular do que de notebooks), eles fizeram o movimento contrário.

    Por enquanto, prefiro a minha dupla dinâmica: o meu N95 pessoal e o meu recém chegado Blackberry Bold conectado ao exchange server da empresa.

  2. Isso parece coisa dos Simpsons…

    Episódio de ‘Simpsons’ satiriza Steve Jobs e fãs da Apple
    História começa quando Springfield ganha uma loja da ‘Mapple’.
    Bart dubla ‘Steve Mobs’, dizendo que ele é namorado de Bill Gates.

    Um episódio de “Os Simpsons” exibido no domingo (31), nos Estados Unidos, levou os personagens amarelos da série para uma loja da “Mapple” – sátira à marca de eletrônicos Apple. A história começa quando o shopping de Springfield ganha um desses estabelecimentos, que recebe a visita de Homer, Lisa, Bart e Krusty, o palhaço, entre outros.

    O blog de tecnologia “Engadget” divulgou trechos do episódio que dedica seis minutos à empresa de Steve Jobs.

    Sem dinheiro para comprar produtos no local, Lisa tenta levar para casa um fone de ouvido branco, para as pessoas acharem que ela tem um “MyPod”. A jovem desiste quando a vendedora lhe informa o preço (US$ 40), mas ainda assim consegue se dar bem: ganha um “MyPod” de Krusty, o palhaço, que detesta o aparelho. “Agora sou uma pessoa Mapple”, comemora, enquanto dança ao lado de um cartaz da empresa.

    Ainda na loja, Bart usa um microfone para dublar um pronunciamento de “Steve Mobs” – classificado por “um Deus que sabe o que queremos” por um dos consumidores presentes. Bart diz que a empresa gasta apenas US$ 8 para produzir um “telefone de US$ 500 com uma fruta estampada”, revela que “Mobs” investiu sua fortuna na Microsoft e que ele e Bill Gates são namorados.

    Indignados com a brincadeira, os funcionários da Mapple tentam capturar Bart. Para isso, eles usam seus fones brancos.

    Já Lisa enfrenta problemas quando a primeira “MyBill” (minha conta) chega até sua casa no valor de US$ 12 mil. Para tentar reduzir a conta, ela faz uma visita até o escritório de “Steve Mobs”.

    http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL884971-6174,00.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.