Spotify: O futuro está no acesso e não na propriedade

spotify011

Esta frase foi retirada de um post do blog do Tiago Doria sobre o serviço de streaming de áudio Spotify. Com este serviço que já está disponível para os brasileiros (somente na versão paga) você não precisaria mais fazer o download das músicas para o seu computador, e poderia ouvir em qualquer música de um catálogo de bilhões de músicas de forma absolutamente legal de qualquer computador ou (futuramente) no celular!

Com este serviço acabam os problemas com vírus, arquivos corrompidos ou a necessidade de cuidar constantemente de um grande backup em um HD externo para poder preservar o seu acervo musical. Nas palavras do autor do post, “é como um iTunes em que você não precisa baixar nada para o computador, nem tem que andar por aí com um HD atolado de música em MP3.”

Não resisti e fiz a assinatura premium por apenas 9 euros para conferir o serviço e fiquei impressionado!! A qualidade é perfeita, o consumo de banda não é superior a uma rádio via internet e a quantidade de músicas é absurdamente grande!! Claro que ainda não está muito forte em artistas brasileiros, mas mesmo assim vale muito a pena! A assinatura anual custa 99 euros, deste modo, se você gosta de música e costuma comprar ao menos um CD por mês o serviço vale muito a pena! O HD fica mais limpo, você não precisa ficar se preocupando com backups, nem em comprar um HD maior a cada ano (ou dois no máximo no meu caso!!). Funciona muito bem e sem nenhuma falha em qualquer computador (você pode usar em vários) e existe a promessa de lançamento de versões para os celulares com Nokia S60 e iPhone / iPod Touch.

Como o serviço pode eventualmente falhar, vou manter minha atual coleção de MP3 como uma espécie de backup de emergência, mas tenho que dizer que é muito legal sair de uma coleção de aproximadamente 9.000 faixas para uma com uma quantidade absurda de faixas disponíveis!!

2 comentários em “Spotify: O futuro está no acesso e não na propriedade

  1. Certamente este é o passo seguinte e, se a qualidade da banda for boa, este serviço ficará excelente no smartphone principalmente, ainda mais podendo criar playlists e outras personalizações. Claro que no começo haverá muita resistência, como a minha no caso do mp3, em função da diminuição da qualidade do áudio, que aderi definitivamente apenas quando vi que os CDs que não conseguia nem em sites estrangeiros estavam disponíveis para baixar em mp3.

  2. Esta tecnologia pode fazer com que o acesso a discos fique mais barato, ajudando na divulgação de muita gente boa e também incentiva a redução da pirataria, fica bom pra todo mundo.
    E com a internet móvel bombando, apesar dos problemas que ainda apresenta, ficará bem melhor levar somente um note sem aquela pilha de HD’s, quando for fazer uma viagem e quiser curtir uma música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.