Guerra dos tablets

Depois de anunciar números significativos, o The Wall Street Journal publicou um artigo explicando que os dois milhões de tablets que a Samsung informou ter “vendido” no quarto trimestre do ano passado não foram, aparentemente, as vendas reais para os consumidores, mas apenas as vendas para os distribuidores.

Segundo Lee Young-hee da Samsung, as vendas aos clientes eram realmente “muito pequenas”, mas ele não quis fornecer um número específico. Ainda acredito que com o lançamento do novo tablet da Motorola e do Galaxy Tab 2 as vendas dos portáteis com o sistema operacional Android devem superar o iPad em uma questão de tempo.

9 comentários em “Guerra dos tablets

  1. Realmente não dá para considerar uma estatísticas destas. O que realmente interessa é: pessoas na rua com o tablet da sua empresa (neste caso Samsung). Enquanto não tivermos dados concretos sobre isso, é impossível afirmar o que está ocorrendo no mercado, a não ser:

    (1) É fato de que o IPad cada vez mais ocupa espaço nas empresas;
    (2) É fato que é muito mais comum ver pessoas com iPad;
    (3) É fato que a Apple conseguiu criar o que chama de Ecosistema com seus dispositivos (quem tem um, vai atrás de outro e mais outro, eliminando outros fabricantes da lista de opções);

    Será difícil reverter isso apenas com mudanças técnicas como câmeras 3D, 4D, 5D, cartões de expansão (que você nunca usa todo espaço e antes disso já está comprando um device com capacidade maior).

    É preciso pensar além do hardware, mas também nos softwares, na qualidade, na integração, na política de atualizações, e coisas assim.

    Neste momento o mercado está correndo atrás da Apple pois ela pensou um pouco a mais nestes pontos, ou alguém duvida de que a Nokia, Samsung e etc não seriam capazes (tecnicamente) de pensar algo assim? É claro que sim, mas nínguém sabe o porquê não o fizeram.

    Acredito que o Android será como o Linux para grandes empresas: gostariam de usar, mas são tantas distribuições e opções que é melhor ficar com algo conhecido e dominado mesmo…

  2. Acho que o sucesso das apple tb ocorre devido a estabilidade oferecida aos consumidores. Explico: tenho um iphone 3gs e sei que vou poder usá-lo ainda durante mt tempo, pois a apple não fica lançando aparelhos diferentes a toda hora, ela se foca no soft e não no hard. A samsumg vai lançar outro tablet. E como fica quem comprou o atual? O mesmo vale pra Nokia e seus milhares de modelos de smartphones. Passa a idéia que nem ela acredita nos aparelhos que lança.

  3. Concordando com o Gustavo!

    Acabei de comprar o Galaxy Tab… doeu mais no bolso porque foi fora de plano de operadora, já que eu tinha carência no meu atual. E me deparo recentemente com a investida do Galaxy Tab 2.

    Se a própria Samsung, por exemplo, não abandonasse o barco do Galaxy Tab, seria melhor. Mas querem apostar que o Galaxy Tab será escanteado tão logo o novo seja lançado? Ou que o Galaxy S seja esquecido quando o Galaxy S 2 chegar?

    Fará como a Sony Ericsson, que abandonou a atualização do X10 (ótimo aparelho, com possibilidades excelentes) em detrimento do Arc. E no mesmo caso do X10, o que dizer da pífia atualização para multitouch? Filmar em HD quase um ano depois de lançado o aparelho no mercado? Porque não apresentar e vender o aparelho com todo o seu potencial, justamente como faz a Apple?

    Não falo de bloqueios e/ou jailbreaks ou “software livre” e customizável… mas o iPhone entrega ao consumidor aquilo que ele oferece… você não vê um iPhone filmando em HD depois de uma atualização de firmware… você nunca compra um produto da Apple pelo que ele vai oferecer depois de uns (vários) meses na atualização para o sistema superior…

    É o que acontece com a grande maioria dos Android’s… ficam injetando melhorias através de software… e isso cansa o consumidor que não tem tempo nem vontade de ficar “cutucando” e formatando o telefone a cada dois meses.

    Voltando à questão do Galaxy Tab… quem garante que haverá atualização desse aparelho para o Android 3.0, concebido especialmente para tablets? Ou mesmo para Android 2.3 ou 2.4?

    No caso do iPad, sabemos que qualquer atualização do iOS dele nos próximos tempos será extendida aos aparelhos existentes.

    Bom, Gustavo… concordo com você! E deixa eu ir curtir meu quase finado Galaxy Tab…

  4. Uma das razões para que eu comprasse um iPad, para alem do tamanho da tela e a enorme quantidade de Apps especialmente criadas para ele, foi ver o iOS 4 funcionando em um iPhone 3G! Ou seja, um modelo que está 2 gerações atrasado em relação ao atual, roda a versão mais atual do SO! Claro que não tem a mesma fluidez de um iPhone 4 ou mesmo de de um 3GS, mas roda! Sei que o iPad 2 não tarda muito, mas não me preocupo, pois o meu aparelho não ficará obsoleto em termos de software e eu continuarei a fazer as mesmas coisas que faço hoje em dia, com algumas funções a mais, inclusive. Acredito que o Honeycomb vai finalmente dar ao Android uma boa cara de tablet, porque atualmente não tem.

  5. seria o mesmo que a Ford anuncia-se ter vendido 5 milhões de carros… e depois constata-se que ela fabricou 5 milhões…

    tablets com android.. no thanks…

  6. Outro dado interessante:
    A ITG Investment Research analisou dados de quase 6.000 lojas nos EUA e descobriu que o Galaxy Tab tem uma elevada taxa de devolução. Em valores acumulados o Galaxy Tab teve taxas de devolução de 16 por cento. Considerando que a taxa de devolução para o IPAD desde sua estréia é de apenas 2 por cento, foi muita gente que desistiu do mini-tablet da Samsung. Se foram vendidos 1 milhão de Tabs no último semestre (contra 7,3 milhões do iPad), como se especula, pelo menos 160 mil foram devolvidos.

  7. Vale ainda destacar, que fora a Samsung ter admitido que as vendas ao consumidor serem baixas, 15% dos compradores do Galaxy Tab devolvem o produto, taxa bastante alta no mercado.
    Ainda segundo a mesma consultoria que divulgou, o iPad tem 2% de devolução.
    http://info.abril.com.br/noticias/tecnologia-pessoal/15-dos-galaxy-tabs-sao-devolvidos-nos-eua-01022011-19.shl
    O Xoom e Galaxy Tab 2, junto com outros podem sim, no conjunto ultrapassar o iPad, só acho que na disputa modelo a modelo o iPad vai continuar liderando.
    Assim como nenhum modelo Android ultrapassou o iPhone 4.
    Agora querer que o iPad sozinho resista a ofensiva de diversas marcas e modelos, é pedir muito, o produto teria que ser muito perfeito e barato.

  8. Tenho muito receio desses Androids justamente pela política de atualizações. Sou de um tempo em que eu comprava um aparelho Nokia, ele ficava velho e as coisas não mudavam, ele demorava ANOS para ficar defasado (Você comprando um top de linha) . Agora os aparelhos ficam velhos e não atualizáveis em 2 meses …. Estou agora com iPhone e gosto dessa política programada deles, sei por quanto tempo vou poder atualizar o meu aparelho e quando será a hora de trocar.
    Mesma coisa será com o iPad. Já se sabe que o Galaxy tab não será atualizado para o Android 3.0. E todo mundo sabe o tempo de vida que terá o iPad.

  9. Olá, gostaria de tirar algumas dúvidas sobre o Galaxy Tab, se possível. Adquiri nos EUA um Galaxy Tab WiFi+3G vinculado ao serviço de telefonia móvel da T-Mobile. Claro que não usarei o serviço da operadora americana, mas gostaria de saber se é possível desbloquear o aparelho para poder usá-lo com uma operadora nacional. Além disso, não estou conseguindo usar o GPS dele. Será que é pq ele é importado, ou não tem nada a ver?? Quando clico em “Navigation” ele fica “Waiting for location” mas não sai disso. Desde já agradeço a atenção. Alex

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.