Nokia interrompe desenvolvimento do primeiro smartphone com MeeGo

As coisas que não estavam nada boas para o sistema operacional Symbian da Nokia após a divulgação do memorando interno ficaram um pouco piores após a divulgação da seguinte nota, publicada no mundo todo e de uma fonte que tem muita credibilidade, a Reuters. Veja o texto do Tecnoblog:

“O Meego, sistema baseado em Linux desenvolvido pela Nokia em parceria com a Intel, mal foi lançado e seu principal aparelho já pode ter sido cancelado pela fabricante, segundo fontes da agência de notícias Reuters. As fontes não afirmam qual o modelo do aparelho, mas como o N9-00 é o mais conhecido celular criado especificamente para a plataforma até agora, as chances dele ter sido o escolhido são altas. O sistema Meego, no entanto, continua firme e forte. Assim como um prego na manteiga. | Reuters.”

Um ponto que me chamou a atenção foi o fato da empresa Nokia, em nenhum momento do dia, ter negado oficialmente a veracidade das informações contidas no memorando amplamente divulgado por sites e blogs especializados e agências de notícias espalhadas pelo mundo. Será que as coisas realmente vão mudar desta vez? Descobriremos nesta sexta-feira!!

26 comentários em “Nokia interrompe desenvolvimento do primeiro smartphone com MeeGo

  1. Que lixo!!! lá vai eu ter que vazar da Nokia, eu não queria… adoro o meu N900 e o maemo, mas infelizmente a nokia os abandonou!! Vou ter que mudar de SO e ainda de marca, pois symbiam já era tb! Acho um bom sistema, mas quero algo mais moderno

  2. São Tomé – Só acredito vendo. Tem muita grana no projeto. Além disso, se o Android for a opção da Nokia, não há necessidade de abandono de projetos como Simbian 3 e MeeGo. O Simbian 3 ainda não está pronto, estamos vendo no N8 uma versão entregue as pressas, o que estar por vir é promissor com a plataforma QT. Vamos esperar sexta-feira e parar de discutir bobagens.

  3. Se essa notícia saiu realmente da redação da Reuters é claro que é verdadeira.

    Como muitos já haviam dito aqui no Blog, o Meego iria demorar muito para ficar pronto, sempre arrisquei que a Nokia o descontinuaria, pois ele estaria razoável lá em 2014.

    Quando digo pronto digo sem Bugs e Biblioteca de Aplicativos com algo em torno de 100.000 aplicativos, para tentar competir com a força do Android e IOS.

    Força Nokia!!!

  4. A Nokia só tem uma alternativa, adotar rapidamente o android. Se não fizer isso nos próximos meses a empresa acabará desaparecendo do cenário mundial.

  5. Rainor, o desaparecimento da Nokia não será assim tão rápido; antes ela passará por um longo período de insignificância. No momento, ela está derretendo. Já passou da hora de tomar o remédio, o Android.

  6. Nossa, do jeito que essas pessoas falam, parece que o Android e o sistema mais perfeito, maravilhoso, lindo a oitava maravilha do mundo, daqui a pouco vão começar a criar ate templos para adorarem o Android e quem não o adorar vai morrer inforcado ou queimado! me digam o que o Android faz que o Symbiam ou o Ios4 ou o Windows phone 7 não faz me explique por favor estou muito curioso!

  7. A Nokia esta trilhando o mesmo caminho descendente da motorola, eu só espero que quando ela chegar no fundo do poço ela ainda tenha fôlego para renascer.

  8. A muito venho acompanhado o blog do Rodrigo.

    Hoje resolvi opinar também:
    – Primeiro, até onde entendi do post, não é o Meego que foi cancelado, mas sim, o primeiro aparelho que faria uso do mesmo. Ou seja, até novos relatos o desenvolvimento dele continuará. Claro que foi criticada a demora no desenvolvimento, o que é um fato.
    – Nokia x Android: Muitos defendem que a nokia adote o android. Acho que se isso realmente acontecer, considero um erro estratégico. Até o momento realmente o Android tem evoluído, mas algumas coisas devem ser melhoradas. Além disso, a diversidade de sistemas é salutar. A única coisa que acho é que a Nokia deve tornar 1 dos seus sistemas o carro chefe. Pois do jeito que está, nenhum dos dois estão evoluindo como deveriam!

  9. @Gabriel, pra mim isso não é idolatria, é simplesmente dar sua opinião pessoal. Na minha, seria realmente a melhor alternativa, gosto muito do hardware Nokia, com Android, acho que seria imbativel. Apesar de lamentar o fim de uma possível terceira via e saber da dificuldade em se diferenciar quando se utiliza exatamente o mesmo software.

    Quanto a sua pergunta, de novo, NA MINHA OPINIÃO, o Android é um sistema estável, robusto, razoavelmente maduro e com uma base de aplicativos e desenvolvedores imensa (só perdendo pro iOS, claro). Então, pra enumerar, o que o Android tem em realação a:

    iOS: bom, ótima opção, provavelmente a melhor que tem no mercado atualmente, mas infelizmente acho que a Apple não vai licenciar para a Nokia, só um palpite.

    WP7: Falta de recursos básicos como multitastk e o famigerado copy & paste, além de não ser permitido instalar aplicativos por fora do Marketplace, etc etc… O sistema é novo, e apesar de ser da Microsoft, não convenceu devs ainda, logo possui uma gama de apps insipiente ainda.

    Symbian: Bom, acho que não tem dado certo, acredito que a fuga de usuários pode dizer mais que qualquer outra coisa, mas se não for o suficiente vai as palavra do CEO no recente memorando: “At the midrange, we have Symbian. It has proven to be non-competitive in leading markets like North America. Additionally, Symbian is proving to be an increasingly difficult environment in which to develop to meet the continuously expanding consumer requirements, leading to slowness in product development and also creating a disadvantage when we seek to take advantage of new hardware platforms. As a result, if we continue like before, we will get further and further behind, while our competitors advance further and further ahead.”

    Abs.

  10. Caso a Nokia adote o Android, ela poderia pelo menos tentar aprimorar o sistema e jogar um multitarefa ali. A ausência da funcionalidade (o que dizem ser multitarefa é só pra inglês ver) deixa o sistema muito aquém do que se pode esperar de um smart.
    Se a notícia do tópico se confirmar, lá vou eu abandonar o barco. Infelizmente. To indo pros eua em abril e vou acabar trazendo, a contragosto, um nexus s ou algo parecido.
    Minha esperança seria voltar com o N9 equipado com MeeGO nas mãos…

  11. @Thiago, o multitarefa do android é uma piada. Ele só deixa você acessar 6 aplicativos abertos recentemente, e muitas vezes ele não mantem a tarefa que estava sendo executada.
    Quem decide o que continua rodando, e como continua, no Android, é o próprio aplicativo (ou o seu desenvolvedor), e não o usuário.

    Multitarefa real em smartphone eu só vi, até hoje, no Maemo. Ali você roda quantos aplicativos quiser, ao mesmo tempo. É possível deixar baixando 10 vídeos no youtube me ir assistindo a um, enquanto os outros são carregados. É possível acessar um site, copiar conteúdo, colar em e-mail e SMS, enviar tudo, voltar ao site… Você tem, no maemo, uma flexibilidade imensa de alternância entre aplicativos, todos sendo executados de verdade (vc vê pelas janelinhas as coisas funcionando), o que dá ao usuário uma experiência real de desktop.

  12. @Thiago
    Na verdade o multitask do Android é real, sim.
    Porém, o Android tem um gerenciamente muito agressivo dos aplicativos abertos ao mesmo tempo. Parece-me que isso foi uma opção dos desenvolvedores do OS e dos apps. Os desenvolvedores do OS alegam que a opção é por conta dos desenvolvedores dos apps, porém acredito eu que não é bem assim.

    Exemplificando:

    O app YouTube não carrega, nem toca, quando está no segundo plano. Desse modo, vc é obrigado a deixar o app no primeiro plano, esperando carregar todo o vídeo para tocar sem interrupções.

    Os jogos em geral, principalmente os mais pesados (por exemplo, NOVA e Hero of Sparta, da Gameloft); vc está na maior concentração, finalmente está muito pouco de conseguir passar daquela fase que foi responsável pelas 89 mortes suas e 5 horas de jogo direto. Algum infeliz te manda um SMS. O normal seria que o jogo fose pausado. Mas não. Ele fecha o jogo. Na verdade, fica meio que no limbo. O app tá aberto, mas a partida que vc tava jogando, fecha.

    No caso particular do Galaxy Tab, o cliente de e-mail da fabricante, se vc abre o app e ordena sincronização e passa para segundo plano, ele pára de sincronizar. Ou seja, vc tem de deixar o cliente de e-mail no primeiro plano, esperando que ele sincronize tudo.

    Se vc abre o GoogleNavigation sem habilitar o GPS, abre uma janela perguntando se vc quer ir para configurações para habilitá-lo.
    Se vc disser “sim”, abre a janela de configurações, e fecha o GoogleNavigation. Depois de habilitar o GPS, não basta dar comando para voltar. Tem de inicializar o GoogleNavigation novamente.

    São esses e muitos outros exemplos pelos quais o pessoal fala que o multitasking do Android é falso ou “para inglês ver”.

  13. Atualizando:

    Até no site do MeeGo (http://meego.com/) saiu citação de uma notícia sobre fim do primeiro projeto MeeGo.

    Porém, lendo a notícia toda (http://thenokiablog.com/2011/02/09/nokia-cancels-first-meego-device/), foi cancelado o primeiro projeto, porém a Nokia vai anunciar o segundo projeto, ainda que inacabado.

    Aglutinando as diversas notícias que estavam rolando, acho que foi cancelado o N9-00 e a Nokia optou como modelo definitivo o projeto pararelo, o N9-01.

    Se for isso, é algo bastante natural ter projetos pararelos e vingar apenas um deles.

    Falta menos de 24 horas para verdade ser revelada….

  14. Pois é, @Espelho Opaco. Isso mata. Até mesmo no Symbian o multitarefa funciona de forma mais agradável.

    O meu n8, por vezes, fecha jogos mais pesados, quando os mando para segundo plano. Entretanto, se abro novamente, já está a fase, pausada, exatamente no ponto em que deixei.

    Deposi que a gente se acostuma com multitarefa, ter que ficar esperando pela execução de uma tarefa sem poder alterná-la torna-se complicado. Ainda mais com as velocidades de 3G no Brasil. É um suplício não poder fazer nada enquanto um vídeo do youtube fica carregando. A vida atual é ágil demais pra gente ficar “sem fazer nada”. hehe

  15. Gente, vocês não estão corretos. No Android existem duas diretrizes para o uso dos recursos do sistema; em termos práticos, podemos dizer que funciona assim: A primeira “camada”, do OS, diz que apps podem rodar em segundo plano e quando devem ser finalizados, abaixo disso os apps decidem o que fazer, sem ultrapassar os valores setados no sistema. O Youtube, por exemplo, só carrega quando em primeiro plano porque o desenvolvedor quis assim, mas o sistema jamais impediria um app de carregar em background.

    Não é verdade que só 6 aplicativos podem rodar em background. De onde você tirou essa informação? Tanto a quantidade, quanto as tarefas são limitadas pelo hardware. Quanto mais modesto, maior vai ser a agressividade do sistema em fechar aplicativos (você pode inclusive mudar isso, mas pode obter vários FCs como consequencia).

    Num Desire HD, você roda PES 2011, NFS Shift, enquanto faz um download pelo dropbox, tudo na RAM. Num Milestone, você terá problemas com certeza. O mesmo com o Navigation, que é um programa bem folgado.

    Abs

  16. Falam tanto que comprar um Nokia hoje é como comprar um Smartphone “morto”. O Que dizer de comprar hoje um Smartphone com Android ? …vai ser Atualizado ? …Não ? …aí sim é comprar um Smartphone Morto ! …Ponto para o iOS. …Smartphone sem Multitarefa “de Verdade”, vamos concordar. Não é Smartphone !!! …por enquanto Não existe um OS de verdade para um Smartphone. Então, Não se pode dizer que o que está sendo Lançado em termos de OS, Hoje, esteja Atrasado !!! …as cartas sempre estão na mesa. Até o que chamam de “morto” !!!!

  17. @Thiago

    1. Acredito eu que deixei bastante claro que a reação varia de app para app, tanto que dei exemplos casuísticos, em vez de generalizar “nada funciona no segundo plano”.

    2. Nada disso muda o fato de que a experiência do usuário em relação a multitasking do Android é bastante insatisfatória.

    3. Todos os casos de falha de multitasking que relatei são baseados no Galaxy Tab, que é um dos Androids mais modernos em comercialização no mercado brasileiro.

    4. Eu consigo deixar Dungeon Hunter, Hero of Sparta e Nova abertos ao mesmo tempo. Mas o jogo que fica no segundo plano, quando chamado para primeiro plano, mostra o menu principal, com perda de toda evolução do jogo desde o último checkpoint (sei que isso é “coisa” do desenvolvedor do game).

    5. Quanto ao GoogleNavigation, é questão do próprio app. Ele não se permite ficar no segundo plano antes de introduzir e calcular uma rota. Depois que faz estas tarefas, curiosamente, ele funciona como um serviço e não como um app.

    6. Eu sei que o Google afirma que a opção de um programa continuar funcionando no segundo plano é feita pelos desenvolvedores do app. Porém, desconfio que não seja ao puro arbítrio dos desenvolvedores dos apps, pois o número de apps para Android que não funcionam no segundo plano é surpreendentemente grande quando comparado com outras plataformas.

    7. Alguns exemplos de apps que funcionam no segundo plano:
    Air Control (game, quando posto no segundo plano, fica pausado, sem perder a partida em curso)
    Angry Birds (game, quando posto no segundo plano, fica pausado, sem perder a partida em curso)
    Android Market (aliás, este daqui funciona como serviço no segundo plano mesmo quando vc não o executa)
    Dolphin Browser
    MobileTV (é o app responsável pela exibição da TV digital e analógica no Galaxy Tab)
    Skype

    8. Vc pode até continuar negando esse defeito no multitasking do Android, mas é um dos pontos muito criticados.
    Eu diria que a experiência do iPad sem multitasking chega a ser mais satisfatória do que no Android (no iPad, pelo menos, todos os jogos ficam pausados e não perdem a evolução).
    Eu chego a deixar o telefone no modo avião para jogar no SGT para não perder uma partida inteira porque algum chato me manda um sms ou me liga.

  18. @Paulo Victor
    Pois é. Eu acho q Symbian ainda é um excelente OS.
    Em grande parte, os defeitos q atribuem ao Symbian não é exatamente do OS, e sim do UI e UX.
    Até hj não peguei um N8. Mas o aparelho high-end anterior a ele, o N97, era tão vergonhoso…
    Um conjunto de pequenas bobagens q, unidas, faziam mta força.
    Acho q agora meio q não tem salvação. O nome Symbian agregou muita imagem negativa sobre ele.
    Ainda q melhorem significativamente o UI e UX, acho q os usuários de dispositivos high-end sempre vão ter um pé atrás.

  19. Simmmmm, e quem tem o n8 e nao vai ter atualização para outra versão, muitos vão ficar frustrados e podem nem querer ver mais um Nokia, como eu que tou com o meu parado esperando a atualização descente e nao sai nada, já cansei de defender a Nokia e nao ter uma resposta, o n8 tinha tudo pra ser o melhor aparelho da atualidade mas o symbian 3 foi uma grande decepção pra mim e hoje estou com o android e muito satisfeito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.