Projeto Alma de Batera: Vale a pena ajudar!

Existem muitos projetos legais acontecendo no Brasil que não ganham o espaço na mídia e a verba que deveriam, mas acredito que cada um pode fazer sua parte ajudando na divulgação ou doações.  Hoje eu descobri o projeto Alma de Batera, que foi criado para oferecer aulas de bateria para pessoas com deficiência, com exercícios construídos com base em atividades pedagógicas e dinâmicas corporais que contam com aulas semanais e visitas de muitos músicos que ajudam como convidados.

O criador desta bela iniciativa resolveu colocar o projeto em uma plataforma de financiamento coletivo, mas faltam apenas cinco dias para finalizar o prazo e a meta ainda não foi atingida, assim eu resolvi engordar o coro do Update or die e ajudar fazendo a divulgação aqui no blog, bem como a doação!

Atualmente as aulas acontecem apenas na Biblioteca Mário Schenberg na Lapa, sendo que eles precisam arcar com despesas para a formação de novos professores, infra-estrutura e material. Assista aos vídeos abaixo para conhecer mais detalhes do projeto, e se quiser ajudar, clique aqui.

4 comentários em “Projeto Alma de Batera: Vale a pena ajudar!

  1. Olá, Rodrigo. Meu nome é Eduardo, sou administrador do Minuto HM (http://www.minutohm.com), um blog de heavy metal.

    Conheci seu blog através de um amiga, que também escreve no Minuto HM.

    Queria lhe dar os parabéns pelo espaço e também pelo ótimo post, desta iniciativa tão legal. Aproveitei para divulgar o artigo no Twitter do Minuto HM.

    Parabéns!

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.