O Motorola RAZR Maxx está em casa!

Ontem eu recebi um novo smartphone com o sistema operacional Android da empresa Motorola chamado RAZR Maxx, uma versão do modelo anteriormente lançado no Brasil que manteve o processador dual-core de 1.2 GHz, 1GB de memória RAM, tela de 4,3 polegadas de Super AMOLED Advanced com resolução de 960 x 540 pixels, conexão com o Glonass, mas com duas novidades interessantes que podem fazer uma bela diferença, o Ice Cream Sandwich e um bateria gigante!

A bateria do aparelho agora conta com 3300 mAh, contra 1780 mAh do RAZR original, com um pequeno acréscimo no tamanho do aparelho, que possui 8.9 mm, mas que não faz muita diferença quando estamos com o aparelho na mão ou no bolso, e pode garantir o benefício de uma autonomia 80% maior.

Como ainda não conseguiram uma bou evolução na tecnologia utilizada nas baterias dos celulares, aumentar o seu tamanho mantendo um tamanho reduzido nos aparelhos é o caminho escolhido pelas empresas, e segundo alguns reviews a alternativa pode ser eficaz. Quero testar o aparelho com calma para avaliar se a bateria deixa o aparelho tanto tempo longe das tomadas de energia, mas as especificações são realmente interessantes e a solução deve resolver este problema com uma boa folga.

Já imaginou poder usar um smartphone o dia todo sem se preocupar com a bateria?

30 comentários em “O Motorola RAZR Maxx está em casa!

  1. Esse é o grande problema que tenho com Android.
    A bateria não dura quase nada.

    Chego no escritório e já plugo na USB
    O que eu gostava no meu antigo symbian era justamente não precisar me preocupar com a bateria.

    Quero acompanhar esse seu review

    1. Consumo de Bateria do Symbian não se compara mesmo com os Androids! Tenho um Tablet de 8″ com Gingerbread 2.3 e um N8 e também nem preciso dizer qual dura mais e me serve por mais tempo…

  2. Rodrigo, reparei mesmo que o Razr tá em oferta em todo canto. Será que esse Maxx é melhor que o SII? Preciso trocar de aparelho e ainda não sei qual pegar. Tem que ser Android e não pode custar mais que 1.500. Alguma sugestão?

    1. Fala rapaz! Com certeza estão em promoção por conta do lançamento deste novo modelo. O Maxx é melhor na bateria, mas como ao que tudo indica estes aparelhos não receberão a nova versão do sistema Android, é bom pensar com calma antes de comprar! Um abs!!

  3. Tive um Razr e gostei bastante da experiência, mas em seguida troquei pelo Galaxy Note pela tela maravilhosa.
    Meus dois únicos problemas com ele eram bateria, que não durava muito, e os ícones de games, que insistiam em virar ícones padrão (tipo “engrenagem”) por diversas vezes… ainda tem esse bug nele agora que está atualizado pra ICS?
    Se corrigiram esses dois pontos, deve estar fantástico!!

    1. Rapha, não sei se serve de consolo, mas tenho o razr há 2 meses e até hoje nunca tive problema de icone de nada ser substituído.

      Pode ter sido um problema pontual 🙂

      1. Eo WiFi do aparelho Rafael, está normal ou com um desempenho um pouco mais baixo do que em outros aparelhos? Um abs!

  4. Belo aparelho Rodrigo, até eu com o N8 tenho problemas de bateria, basta deixar o 3G ligado e o Whatsapp que a bateria é literalmente drenada não chegando nem as 13:00 ! Se deixo em 2G até que aguenta o dia todo, mas como aqui em Pirituba a TIM está uma merd… só consigo sinal no 3G se deixa em 2G não tem sinal nenhum.
    Pretendo trocar de aparelho no fim do ano, mais tardar no começo do ano que vem e vou ficar de olho neste Razr

  5. Quando usava os symbian minha bateria durava dois ou até três dias tranquilo, porém não usava o 3G como hoje. Uma duvida, a bateria durava pq o OS tinha um ótimo gerenciamento de energia, ou não usávamos o 3G e GPS como hoje?

    1. Não é que o Symbian não tem um ótimo gerenciamento de energia, é que ele é EXTREMAMENTE leve, olha só o N8 com míseros 256MB de RAM e roda tudo muito rápido, e também não exige processador!

      A culpa é o Android que é pesadão, e os hardwares Quad-Core e 1~2GB de RAM nos aparelhos de hoje (puro exagero isso tudo) apesar de eu gostar muito mais do Android do que do Symbian, acho o android muito pesadão.

    2. Acho que naquele tempo gastávamos bem menos conexões e GPS mesmo, e com o número reduzido de aplicativos conectados a economia era bem maior! Imagine a economia de bateria se retirar o Twitter, Facebook e Instagram dos aparelhos? Um abraço!

  6. Olá Rodrigo, comprei o S II pelo magnífico hardware, mas está em casa dentro da gaveta porque a bateria não dura nem até o meio da tarde. Daí comprei o N9 e estou felicíssimo com o aparelho: além de o Maemo ser um sistema incrível, estável e intuitivo, a bateria dura o dia inteiro usando normal, com 3G e GPS ligados. Se não usar, dura uns 4 dias. Não vou mudar de smartphone tão cedo! Abraço!

  7. Rodrigo, uma vez você me disse que o Razr Maxx tinha problemas de conexão com o wi-fi. Testa aí e me diga se melhorou.
    Já me incomodei muito com a Motorola (na verdade ainda me incomodo com meu Xoom 2 ME), mas não quero ser radical. Se esse aparelho for bom vou considerar comprá-lo para a minha esposa, que usa um Milestone 2 que costuma travar.

    1. O modelo original realmente tinha este problema, e este teoricamente só tem a bateria maior, mas de qualquer forma vou testar com calma para conferir se resolveram este problema. Um abraço!

  8. esse smartphone com uma conexao lte4g deve ser uma delicia, visto que, hoje o maior gargalo na velocidade dos aplicativos é o 3G porco que existe no brasil

    estou com o S3 e nao vi quase nada de diferença em questao de estabilidade de uso e tals, comparado com o note, velocidade de aplicativos quase igual no dia a dia

    essa bateria é fora de serie, aguardo o review pra ver se dura mesmo

    1. Também gostei da bateria! Pelo menos no papel ela vale muito a pena! Vou testar para ver como é o desempenho no uso diário! Um abraço!

    1. O bom e velho N95 ganhou de muita gente com sua câmera mesmo depois de se tornar um aparelho fora do padrão atual. Um abs!!

  9. tinha um razr usei 4 meses era um excelente aparelho. mas me apaixonei pelo Galaxy Note Branco!!!! Melhor telefone que eu ja tive o rarz foi o segundo!!!

  10. Quer dizer então que quem comprou o outro Razr há pouco tempo atras já ficou defasado né?
    Não sei pra que esses lançamentos a cada 3 meses.

    1. A única diferença é a bateria extra, de resto é o mesmo aparelho.
      A samsung faz de 4 a 6 versões dos seus aparelhos.

      1. Parece que sim, mas eu pelo menos gostaria de ver um WiFi um pouco melhor do que o existente no modelo original! Um abraço!

  11. Será que esta bateria poderia ser adquirida a parte para colocar em outros aparelhos, como no meu Atrix, por exemplo?

  12. Rodrigo, saiu no Tecnoblog que o Razr Maxx vai custar 1500 reais no pré-pago da Vivo. Pelo mesmo preço, vc escolheria ele ou o SII? Estou nessa dúvida agora. Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.