Coca Cola cria garrafa feita inteiramente de fontes vegetais!

Um dos meus temas preferidos para escrever é sustentabilidade, e se vocês soubessem como fico feliz em encontrar matérias como esta…é sério! Meu coração se enche de esperança de que vamos conseguir salvar nosso planeta! É lógico que temos muito, mas muito mesmo para fazer, várias ações em concordância com os governantes de cada país, desenvolvimento de novas tecnologias e principalmente a conscientização das pessoas.

Fiquei muito feliz em saber que a gigante Coca Cola criou um protótipo de embalagem feita inteiramente de material vegetal, ou seja, o objetivo é eliminar a necessidade de petróleo de todas as garrafas plásticas produzidas no mundo e não somente na própria marca! Que incrível! Significa que a empresa disponibilizará a tecnologia para as outras empresas do setor, incluindo as empresas rivais de bebidas.

É muito bom saber que a Coca-Cola está acostumada a explorar materiais alternativos para suas embalagens como forte programa de ações de sustentabilidade. Como exemplo, no início de 2021 a empresa testou um protótipo de garrafa de papel.

“Nosso objetivo é desenvolver soluções sustentáveis ​​para toda a indústria ”, explica Dana Breed, Diretora de P&D de Embalagem e Sustentabilidade. “Queremos que outras empresas se juntem a nós e sigam em frente, coletivamente. Não vemos o conteúdo renovável ou reciclado como áreas onde queremos vantagem competitiva. ”

Neste novo protótipo da Coca Cola, serão utilizadas duas tecnologias na garrafa:

  • material vegetal denominado paraxileno (bPX), feito com açúcar de milho que é convertido em ácido tereftálico (bPTA);
  • conversão da biomassa usada em monoetilenoglicol vegetal (bMEG). Antes, o bMEG era produzido pela conversão da cana-de-açúcar ou milho em bioetanol antes de ser transformado em bioetilenoglicol. Mas agora, as fontes de açúcar podem produzir MEG diretamente, removendo o intermediário e suas emissões associadas.

Isso, declara a Coca-Cola , “é um marco significativo para a comercialização da tecnologia”.

Ben Jordan, diretor sênior de política ambiental, compartilha mais sobre o bPET em uma entrevista com Embalagem Europa. Segundo ele, o material é idêntico ao PET convencional em estrutura molecular. Isso significa que pode ser misturado com outros materiais tradicionais, inclusive durante a reciclagem.

É relatado que a empresa pretende “eliminar totalmente o uso de PET virgem à base de óleo de garrafas de plástico até 2030, usando apenas materiais reciclados ou renováveis”, na Europa e no Japão.

Que esta ação torne-se realidade para todo o mundo e em breve possamos ver os resultados em nosso meio ambiente. ☺️

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.