Abertas as inscrições para o Programa de Estágio da Merck

A Merck, empresa líder em ciência e tecnologia, está recrutando estudantes para o seu programa de estágio de 2025. São mais de 30 vagas para atuar em São Paulo (SP), Barueri (SP) e Rio de Janeiro (RJ). As inscrições já estão abertas e vão até 5 de julho de 2024, pelo portal.

“O foco do nosso Programa de Estágio 2025 será a diversidade. A Merck está cada vez mais buscando se tornar uma empresa diversa e inclusiva, desde o processo seletivo até as iniciativas de desenvolvimento de carreira para nossos colaboradores. Acreditamos que a pluralidade no ambiente corporativo é capaz de promover um ambiente pessoal e profissional saudável, sem qualquer barreira para ideias que um espaço completamente heterogêneo possa levantar”, reforça Franciele Ropelato, Head de RH da Merck no Brasil.

Desde 2019, a Merck incentiva e promove grupos de trabalho de Diversidade, Equidade & Inclusão (DE&I) entre seus colaboradores, para proporem e tirarem do papel novos projetos nas áreas de responsabilidade com a comunidade, questões raciais, culturais, de vulnerabilidade social, identidade de gênero, orientação afetivo-sexual, gerações, pessoas com deficiência e mulheres na liderança.

Para o Programa de Estágio 2025, a Merck está em busca de estagiários nas seguintes áreas: Administração, Biologia, Biomedicina, Biotecnologia, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Comunicação, Economia, Elétrica, Engenharia, Farmácia, Matemática, Mecânica, Mecatrônica, Química, Relações Internacionais, Tecnologia de Sistemas da Informação

Além de bolsa-auxílio compatível com o mercado, a Merck oferece assistência médica e odontológica, vale transporte, vale refeição ou refeitório no local (a depender da localidade do estágio). A Randstad, líder global em soluções de recursos humanos, é a parceira da Merck para o processo e as inscrições devem ser feitas até o dia 5 de julho de 2024 no portal da empresa: Link

Sobre a Merck
A Merck, uma empresa líder em ciência e tecnologia, opera em Healthcare (Cuidados com a Saúde), Life Science (Ciências da Vida) e Electronics. Cerca de 60.000 funcionários trabalham para fazer uma diferença positiva na vida de milhões de pessoas todos os dias, criando formas de vida mais alegres e sustentáveis. Desde o avanço das tecnologias de edição de genes e a descoberta de formas únicas de tratar as doenças mais desafiadoras até a habilitação da inteligência dos dispositivos – a empresa está em toda parte. Em 2023, a Merck gerou vendas de € 21 bilhões em 65 países.

Solve For Tomorrow Brasil: relembre os cases de destaque voltados à sustentabilidade e saúde na 10ª edição

O Solve For Tomorrow Brasil, programa de cidadania corporativa da Samsung, com coordenação geral do Cenpec, está com as inscrições abertas para a sua 11ª edição no País. Conhecido por estimular o desenvolvimento de projetos inovadores com base na metodologia STEM (sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática), a iniciativa é voltada a alunos e professores do ensino médio de escolas públicas em todo o Brasil. Confira abaixo informações sobre como participar e relembre os cases de destaque da edição de 2023.

Projetos de sustentabilidade no Solve For Tomorrow

Nos últimos anos, o Solve For Tomorrow tem registrado um aumento significativo no número de projetos voltados à sustentabilidade. Entre os ganhadores da 10ª edição, estão projetos com diferentes iniciativas que geram um impacto positivo no meio ambiente. Entre eles foram reconhecidas soluções para a produção de biogás, de combustível sólido e uma biofábrica sustentável para o desenvolvimento de bioinsumos agrícolas. Além de um projeto sobre reciclagem e outro para a criação de um revestimento sustentável para evitar o desperdício de frutos.

Um protótipo criado por alunos do Centro de Ensino Antero Câmara Penha, na comunidade Jacaré, em Penalva, Maranhão, ficou em 2º lugar entre os vencedores nacionais do Solve For Tomorrow Brasil 2023 com um protótipo de produção de biogás e biofertilizante como alternativa sustentável para a comunidade, utilizando uma vegetação típica da região. O objetivo principal do projeto foi beneficiar a comunidade com baixo poder aquisitivo, bem como reduzir a poluição causada pelo gás de cozinha comum e pela queima da madeira e outros componentes. Clique aqui para saber mais.

Também desenvolvido no Maranhão, no município de Tutóia, o projeto que ocupou o 3º lugar entre os vencedores nacionais do Solve For Tomorrow Brasil 2023 foi desenvolvido por alunos do Centro de Ensino Casemiro de Abreu. O grupo desenvolveu um protótipo de combustível sólido de alto rendimento utilizando cascas de coco e serragem, que pode ser utilizado para acender churrasqueiras, fogueiras em acampamentos e até em contextos de sobrevivência. O principal benefício do projeto para a sociedade é a remoção de resíduos sólidos do meio ambiente, além de ser um protótipo produzido com um material barato e acessível do ponto de vista comercial. Saiba mais clicando aqui.

Os três projetos mais votados pelo Júri Popular também tiveram a sustentabilidade como foco. Foram eles, o projeto Biofábrica sustentável: produção de bioinsumos agrícolas, desenvolvido pela equipe do Instituto Federal do Espírito Santo do Campus Vila Velha; o projeto PectiVitalis: Revestimento Sustentável Anti-Desperdício para Frutos, criado pelos alunos da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Marconi Coelho Reis, em Cascavel (CE), e o projeto SPP Sustentável: reciclando no Potengi, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte no Campus de São Paulo do Potengi (RN).

Protótipos voltados à saúde no Solve For Tomorrow 2023

Também foram destaque na 10ª edição do Solve For Tomorrow Brasil dois projetos voltados à saúde. Em primeiro lugar entre os vencedores nacionais ficou o protótipo multifuncional de baixo custo com ação antioxidante, fotoprotetora e repelente. A ideia foi desenvolvida por quatro alunas do Instituto Federal de Rondônia, no campus de Porto Velho, e tem como objetivo converter a baixa utilização em produtos de fotoproteção na região, reduzindo o impacto da alta incidência solar, como o envelhecimento precoce da pele, e a ação de insetos vetores responsáveis pela transmissão de doenças como Chikungunya, febre amarela, leishmaniose, malária e o vírus Zika. Clique aqui para mais detalhes.

Por fim, em sua 10ª edição no Brasil, o Solve For Tomorrow atribuiu uma menção honrosa ao projeto Silêncio consciente: alunos autistas e os ruídos em sala de aula, criado por alunos da Escola Estadual Angelo Scarabucci, em Franca (SP), para contribuir com o desenvolvido acadêmico de estudantes com transtorno do espectro autista (TEA). A ideia foi baseada na construção de um dispositivo visual que é acionado quando o volume do barulho alcança 85 decibéis nas salas de aula, alertando a turma para que diminua o ruído. Conheça mais sobre o projeto clicando aqui.

Como participar do Solve For Tomorrow Brasil

Para fazer parte da 11ª edição do Solve For Tomorrow Brasil, as equipes devem conter de 3 a 5 alunos, todos do ensino médio, sob a orientação de um professor orientador responsável por lecionar alguma disciplina relacionada às áreas de Ciências da Natureza e/ou Matemática para, ao menos, dois integrantes da equipe inscrita. A equipe também pode inscrever um segundo educador como Professor(a) Parceiro(a) que, obrigatoriamente, lecione para ao menos dois integrantes da equipe participante.

Desde a sua 10ª edição, o Solve For Tomorrow Brasil passou a permitir a inscrição de grupos compostos por alunos de diferentes turmas, sendo obrigatório apenas que estejam todos cursando o mesmo ano na mesma instituição de ensino.

Veja o cronograma da 11ª edição do Solve For Tomorrow Brasil

  • 8 de abril a 10 de julho: Inscrição da ideia do projeto
  • 8 de abril a 10 de julho: Mentoria para os inscritos
  • 19 de agosto: Resultado das 20 equipes semifinalistas
  • 20 de agosto a 4 de outubro: Mentoria para as 20 equipes semifinalistas
  • 16 de outubro: Resultado das 10 equipes finalistas
  • 17 de outubro a 29 de novembro: Mentoria para as 10 equipes finalistas
  • 21 de novembro a 29 de novembro: Votação pelo Júri Popular
  • 29 de novembro: Apresentação dos projetos para a Banca Julgadora
  • 3 de dezembro: Resultado dos vencedores da 11ª edição

Sobre o Solve For Tomorrow Brasil

O Solve for Tomorrow está no Brasil desde 2014 e, na edição de 2023, teve uma programação diversa composta por webinars, workshops e mentorias para ajudar os participantes a alcançarem seus objetivos aplicando possíveis melhorias a seus projetos. No total, a iniciativa já envolveu 173 mil estudantes, mais de 36 mil professores, e mais de 6.600 escolas públicas. E, em 2023, registrou um aumento de 50,92% no número de alunos inscritos, em comparação ao ano anterior.

A edição brasileira do Solve for Tomorrow conta com uma rede de parceiros, como a representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil), ONG Todos pela Educação e da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (OEI), além do apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a coordenação geral do Cenpec.

Para saber mais sobre o Solve For Tomorrow Brasil e se inscrever na 11ª edição do programa no Brasil, acesse a página oficial do programa. Você também pode acompanhar essas e outras novidades da Samsung na Samsung Newsroom Brasil.

Sobre a Samsung Electronics Co., Ltd.

A Samsung Electronics Co., Ltd. inspira o mundo e molda o futuro com ideias e tecnologias transformadoras. A empresa está redefinindo o mundo de televisores, smartphones, dispositivos portáteis, tablets, eletrodomésticos, sistemas de rede, memória, sistema LSI e soluções de semicondutores e LED e oferece uma experiência conectada perfeita por meio do seu ecossistema SmartThings e da colaboração aberta com parceiros. Para acompanhar as últimas notícias, visite a Samsung Newsroom em Link.

Sobre o Cenpec

Cenpec é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que há mais de 30 anos trabalha pela promoção da equidade e qualidade na educação básica pública brasileira. Por meio de pesquisas e de tecnologias educacionais, contribui no desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, na formação de profissionais de educação, na ampliação e diversificação do letramento e no fortalecimento da gestão educacional e escolar. Em parceria com redes de ensino, espaços educativos e outras instituições de caráter público e privado, atua dentro e fora das escolas públicas para diminuir as desigualdades e garantir uma educação de qualidade a todos e todas. Saiba mais: www.cenpec.org.br

Cursos de Programação e Fabricação Digital são destaques do Samsung Ocean no mês de junho

Até o fim de junho, o Samsung Ocean oferece uma gama diversa de aulas e cursos gratuitos, que acontecem nos formatos remoto e presencial. O programa de capacitação tecnológica da Samsung é conhecido por sua agenda mensal de atividades voltadas para o aprendizado de qualidade, tendo seus conteúdos ministrados por educadores da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA), que são parceiras da Samsung na iniciativa. Confira abaixo mais detalhes sobre a agenda do mês.

Destaques do Samsung Ocean em junho

Os interessados em aprender mais sobre programação podem participar das aulas remotas, marcadas para os dias 19 e 20 de junho, a partir das 18h (horário de Brasília). Elas terão como foco a consulta às bases SQL com a linguagem de programação Phyton. Também no formato remoto acontecem as aulas de Experiência do Usuário (UX), focadas em prototipação no-code de soluções digitais. Elas estão marcadas para os dias 26 e 28 de junho, a partir das 19h30 (horário de Brasília).


As aulas presenciais, que acontecem no campus de Manaus, incluem três aulas da Trilha de Fabricação Digital com foco em eletrônica e microcontroladores, marcadas para os dias 17, 19 e 21 às 18h (horário de Brasília). A Trilha de Fabricação Digital conta ainda com duas aulas de desenvolvimento de protótipos nos dias 24 e 28 de junho, às 18h (horário de Brasília). Aulas de programação com foco em consulta às bases SQL com linguagem Phyton também acontecem presencialmente em Manaus. Elas estão marcadas para os dias 25 e 27 às 19h30 (horário de Brasília).


“O mês de junho está repleto de atividades gratuitas no cronograma do Samsung Ocean. O programa tem oferecido uma gama diversa de aulas e cursos, tendo como referência os principais temas do mercado de tecnologia atualmente, como programação, fabricação digital, inteligência artificial, experiência do usuário, digital health e muito mais”, afirma Eduardo Conejo, diretor de Inovação na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung.

As atividades do Samsung Ocean são totalmente gratuitas e oferecem certificado de participação. Os interessados podem se inscrever pelo site www.oceanbrasil.com ou pelo aplicativo do Samsung Ocean, disponível para download na Play Store.

Confira a grade do Samsung Ocean até o fim do mês:

17/06

– [Trilha Digital Health] Aplicações de IoT na Área de Saúde

– [Trilha Programação] Aprendendo a programar em Python (Parte 4)*

– [Trilha de Fabricação Digital] Eletrônica/Microcontroladores para Fabricação Digital (Parte 1)*

18/06

– [Trilha IA] Deep Learning: Introdução com Keras e Python

– [Trilha Programação] Aprendendo a programar em Python (Parte 5)*

19/06

– [Trilha IoT] Laboratório de IoT em Cloud

– [Trilha de Programação] Consultando bases SQL com Python (Parte 1)

– [Trilha de Fabricação Digital] Eletrônica/Microcontroladores para Fabricação Digital (Parte 2)*

– [Trilha Desenvolvimento Agil] Desenvolvimento Ágil: Agile, Lean e Design Thinking*

20/06

– [Trilha de Programação] Consultando bases SQL com Python (Parte 2)

– [Trilha de Design] Tópicos de UX para IA: Experiências Omnicanal

– [Trilha de Desenvolvimento Ágil] Introdução à Modelagem de Sistemas: Modelando Casos de Uso

– [Trilha Wearables] Android Studio – Sensores para smartwatches com Wear OS 4*

21/06

– [Trilha de Design] Oficina de Usabilidade

– [Trilha IA] Avançando com Deep Learning

– [Trilha de Desenvolvimento Ágil] Introdução à Modelagem de Sistemas: Modelando Diagramas de Classe

– [Trilha de Fabricação Digital] Eletrônica/Microcontroladores para Fabricação Digital (Parte 3)*

24/06

– [Trilha Programação] Linguagem Python: aprendendo a linguagem (Partes 3 e 4)

– [Trilha de Desenvolvimento Ágil] Introdução à Modelagem de Sistemas: Prototipação

– [Trilha de Fabricação Digital] Desenvolvimento de Protótipos utilizando técnicas de Fabricação Digital (Parte 1)*

– [Trilha Digital Health] Aplicações de Wearables na Saúde*

25/06

– [Trilha de Programação] Consultando bases SQL com Python (Parte 1)*

26/06

– [TRILHA UX] Prototipação no-code de soluções digitais (Parte 1)

– [Trilha IA] Inteligência Artificial e Chats Inteligentes: Introdução

– [Trilha Digital Health] Aplicações de IoT na Saúde

– [TRILHA DESEN. ÁGIL] Desenvolvimento Ágil: DevOps GIT*

27/06

– [Trilha Ágil] Introdução ao Desenvolvimento Ágil

– [Trilha de Design] Tópicos de UX: Design de Serviços

– [Trilha Ágil] Desenvolvimento Ágil – DevOps Git

– [Trilha de Programação] Consultando bases SQL com Python (Parte 2)*

28/06

– [TRILHA UX] Prototipação no-code de soluções digitais (Parte 2)

– [Trilha Ágil] Desenvolvimento Ágil – DevOps Git

– [Trilha de BlockChain] Blockchain Não é Apenas Criptomoeda

– [Trilha de Fabricação Digital] Desenvolvimento de Protótipos utilizando técnicas de Fabricação Digital (Parte 2)*

*Atividades realizadas presencialmente no campus de Manaus.

A Curva de Aprendizagem, Parte 5: superando diferenças multiculturais e multilinguísticas

A Samsung continua inovando em experiências premium de Inteligência Artificial móvel. Por isso, a Samsung Newsroom continua sua visita a centros de pesquisa da Samsung ao redor do mundo para entender como o Galaxy AI1 está capacitando mais pessoas a maximizarem seu potencial.

O Galaxy AI agora oferece suporte a 16 idiomas, permitindo que mais pessoas expandam suas habilidades linguísticas, mesmo offline, graças à tradução no dispositivo em recursos como Tradução Simultânea2, Intérprete, Notas Inteligentes3 e Assistente de Navegação.

Mas o que está envolvido no desenvolvimento da linguagem de Inteligência Artificial? Na quarta parte desta série, visitamos a China para aprender sobre a importância da parceria com outros líderes em IA. Desta vez, estamos no Brasil para explorar como as equipes trabalham através de culturas e fronteiras para levar a Inteligência Artificial do Galaxy a mais pessoas.

Sendo um país diversificado com mais de 203 milhões de habitantes e que incorpora uma ampla gama de culturas e tradições, o Brasil usa o português brasileiro como língua oficial. Enquanto isso, 22 países vizinhos usam o espanhol latino-americano.

Embora o português brasileiro e o espanhol latino-americano sejam amplamente falados, as variações intrincadas de ambos os idiomas apresentaram vários desafios ao ensinar o Galaxy AI a discernir e distinguir diferenças regionais. É por isso que o Samsung R&D Institute Brasil (SRBR) colaborou com especialistas da Samsung do México — bem como com parceiros terceirizados, como os institutos de ciência e tecnologia SiDi e Sidia — para montar uma equipe multidisciplinar e altamente qualificada que pudesse enfrentar a tarefa.

Obstáculos menores, compreensão aprofundada

A equipe usou milhares de fontes e uma combinação de aprendizado de máquina e linguagem para melhorar o reconhecimento de fala, textos escritos e variações regionais do modelo de Inteligência Artificial. Mas os dialetos locais e os nomes de figuras famosas – incluindo equipes desportivas, celebridades e bandas – variam amplamente entre as regiões.

Além disso, o mesmo significado pode ser expresso em muitas palavras diferentes. Embora os modelos linguísticos necessitem de dados localizados para obter uma compreensão abrangente dos diferentes idiomas necessários para traduzir, tais variações apresentam obstáculos.

Por exemplo, a palavra piscina é “alberca” no México, mas é “pileta” na Argentina, Paraguai e Uruguai. Enquanto isso, na Colômbia, Bolívia e Venezuela, piscina é “piscina”, que também é usada no Brasil, mas com uma pequena diferença na pronúncia. E apesar de os colombianos dizerem “chévere” para se referir a algo legal, os mexicanos dizem “padre”.

Estas diferenças representam enormes desafios para a compreensão e aprendizagem de línguas através da Inteligência Artificial, mas a equipe superou os obstáculos construindo modelos linguísticos maiores, refinando ferramentas de processamento e colaborando através de fronteiras e fusos horários.

“Tivemos que considerar gírias locais e diferentes formas de falar antes de adaptar e testar o modelo em conformidade, o que exigiu uma estreita colaboração entre a equipe de garantia de qualidade (QA) da SRBR e as equipes de desenvolvimento”, afirma Mateus Pedroso, Senior Manager e Head of Software Quality Lab na SRBR. “Como a SRBR está localizada três horas à frente da equipe de QA no México e 12 horas atrás da equipe de gestão na Coreia, tivemos que criar novos canais e processos de comunicação para alinhar resultados e compartilhar o progresso. Esta colaboração multicultural gerou uma festa de ideias e soluções para o Galaxy AI”.

Comunicando o sucesso

A filosofia de colaboração aberta da Samsung ganhou vida durante este projeto regional, pois foi um processo iterativo que alavancou a evolução da tecnologia em escala global. Para superar as barreiras linguísticas e culturais, a equipa do SRBR precisava de recolher, gerir e desenvolver enormes quantidades de dados, refinando e melhorando continuamente as fontes de áudio e texto.

As equipes definiram áreas chave de responsabilidade para garantir que todos pudessem se beneficiar dos conjuntos de habilidades coletivas nos escritórios da empresa na América Latina.

A equipe de desenvolvimento do SRBR serviu como parte interessada intermediária do projeto, recebendo instruções da sede da Samsung e desenvolvendo novas atualizações para melhorar o modelo de Inteligência Artificial enquanto realizava testes para vários casos de uso.

“A fase de testes exigiu ampla comunicação e colaboração com as equipes de QA para otimizar a experiência do usuário, e cada ajuste exigiu mais testes e revisões”, afirma Leandro Flores de Moura, Gerente de Desenvolvimento de Software do SiDi.

“O sucesso dos recursos de linguagem do Galaxy AI se baseia tanto na comunicação e colaboração quanto no conhecimento técnico”, acrescenta Nathan Castro, desenvolvedor de testes de controle de qualidade da SiDi.

Um caminho para a cultura

O que torna o Galaxy AI particularmente interessante para todos os envolvidos é o fato de que este não foi apenas um projeto de linguagem. Para eles, a língua é um guia cultural que fornece informações valiosas sobre a herança e a identidade das pessoas.

“Para a equipe de QA do SiDi, este foi um empreendimento que mudará o mundo ao permitir que culturas se unam e superem a dificuldade de comunicação em diferentes idiomas”, acrescenta Estefanía Castro Suárez, Desenvolvedora de Testes do SiDi. “Saber que fizemos parte disso nos enche de orgulho e motivação”.

“A forma como a equipe do SRBR colaborou exemplifica o que o Galaxy AI pretende alcançar: tornar o mundo um lugar mais próximo através da comunicação, compartilhamento e interação com pessoas, mesmo aquelas que falam línguas diferentes”, conclui Pedroso. “Essa capacidade só crescerá à medida que mais idiomas forem incorporados ao Galaxy AI”.

1 Galaxy AI é a inteligência artificial da Samsung. A Samsung não faz promessas ou garantias quanto à precisão, completude ou confiabilidade das saídas fornecidas pelas funcionalidades de IA. O login na conta Samsung pode ser necessário para usar determinadas funcionalidades de IA da Samsung.

2 Tradução Simultânea requer uma conexão de rede e login na conta Samsung. A Tradução Simultânea está disponível apenas no aplicativo Samsung Phone pré-instalado. Certos idiomas podem exigir o download de pacotes de idiomas. A disponibilidade do serviço pode variar conforme o idioma. A precisão dos resultados não é garantida.

3 O recurso Notas Inteligentes requer uma conexão de rede e login na conta Samsung. Existe um limite de caracteres. A disponibilidade do serviço pode variar conforme o idioma. A precisão dos resultados não é garantida.

Sesc São Paulo realiza nova edição do Ideias e Ações para um novo Tempo em unidades da capital, interior e litoral

De 4 a 23 de junho o Sesc São Paulo realiza a ação em rede Ideias e Ações para um novo Tempo com mais de 160 atividades em 31 unidades em todo estado.
Com o tema “Em clima de mudança”, esta edição evidencia mobilizações coletivas com resultados positivos nos locais em que atuam. Criado em 2012, o projeto Ideias e Ações para um Novo Tempo tem como objetivo identificar iniciativas socioambientais nos territórios onde as unidades estão presentes, além de promover atividades e conteúdos educativos que reúnam experiências transformadoras da realidade, numa perspectiva ética e sustentável.
A programação inclui oficinas, cursos, bate-papos e encontros presenciais e on-line, que buscam ajudar a combater efeitos climáticos e orientar o público sobre soluções possíveis para obter mais qualidade de vida e bem-estar em seus territórios.

Programação Sesc Belenzinho:

Oficina:
Infocausas: Design, Jornalismo e Mudanças Climáticas
Com Alê Meiguins
De 18 a 26/6. Terças, quartas e quintas, das 19h às 22h – Online
Inscrições online

Um mergulho no universo dos infográficos, ferramenta de comunicação que alia a síntese jornalística ao impacto visual de ilustrações e ícones, em uma estrutura organizada por princípios de design editorial. Tudo isso direcionado a como pensar, falar e divulgar dados e pesquisas sobre as mudanças climáticas.

Bate-Papo
Tarifa Zero e Meio Ambiente
Com Lucio Gregori e Daniel Santini
Dia 20/6. Quinta, das 20h às 21h30
Aberto ao público

Pensando em retomar o histórico e ampliar a discussão sobre Tarifa Zero, o Sesc Belenzinho convida Lucio Gregori e Daniel Santini para uma mesa de debate. Para além de falar sobre mobilidade urbana, a mesa pretende discutir as possibilidades de implantação total da tarifa em grandes cidades como São Paulo e os impactos disso no transporte, no direito à cidade, na sustentabilidade e no cotidiano do cidadão.

SESC BELENZINHO
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000.
Belenzinho – São Paulo (SP)
Telefone: (11) 2076-9700

Estacionamento
De terça a sábado, das 9h às 21h. Domingos e feriados, das 9h às 18h.
Valores: Credenciados plenos do Sesc: R$ 8,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional. Não credenciados no Sesc: R$ 17,00 a primeira hora e R$ 4,00 por hora adicional.

Transporte Público
Metrô Belém (550m) | Estação Tatuapé (1400m)

Sesc Belenzinho nas redes
Facebook | Instagram | YouTube: sescbelenzinho

INFORMAÇÕES À IMPRENSA
Ideias e Ações para um Novo Tempo – Em Clima de Mudança
4 a 23 de junho de 2024

Unidades da capital e grande São Paulo: 14 Bis, Av. Paulista, Belenzinho, Florêncio de Abreu, Guarulhos, Interlagos, Ipiranga, Itaquera, Pompeia, Santana, Santo Amaro, Santo André, São Caetano, e Vila Mariana.
Unidades Interior e Litoral: Araraquara, Bauru, Birigui, Campinas, Catanduva, Jundiai, Mogi das Cruzes, Piracicaba, Registro, Ribeirão Preto, Rio Preto, São Carlos, São José dos Campos, Sorocaba, Taubaté, Thermas de Presidente Prudente e Santos.

Acesse a programação completa em: sescsp.org.br/ideiaseacoes.

Curso gratuito de Desenvolvimento Web é a mais nova qualificação da plataforma on-line Inspira JA

A plataforma de cursos on-line e gratuitos da rede Junior Achievement (JA) Brasil, a Inspira JA, ganha mais uma opção voltada para a educação empreendedora e de preparação para o mercado de trabalho: o curso Desenvolvimento Web. A qualificação é voltada para jovens com nenhum ou pouco conhecimento do tema.

O objetivo é que estudantes consigam criar uma página na internet no fim da jornada de aprendizado. O programa tem cinco módulos, que apresentam conceitos sobre HTML, CSS, Javascript e Git, além de orientações para a elaboração de um portfólio.

“Além do percurso de aprendizagem relacionada diretamente ao desenvolvimento de uma página na web, buscamos dar as ferramentas para facilitar o acesso desses jovens ao mercado de trabalho”, diz Carolina Oliveira, uma das voluntárias da JA Brasil responsável pela elaboração do curso. 

O curso tem a duração de quatro horas, mas cabe ao aluno administrar sua rotina de aulas (sem prazo ou limite para a conclusão). As inscrições podem ser feitas na plataforma Inspira JA (inspiraja.org.br) por jovens de todo o país.

Ao todo, a plataforma Inspira JA dispõe de 22 cursos sobre os seguintes temas: Autoconhecimento, Marketing Digital, Tecnologia, Empreendedorismo e Educação Financeira. Todos os programas de qualificação podem ser feitos pelo celular. No final, os concluintes são avaliados e recebem um certificado com o desempenho.

Fundada em 1919, nos Estados Unidos, e há 40 anos no Brasil, a Junior Achievement (JA) é reconhecida ao redor do mundo por inspirar e preparar jovens para o sucesso em um mundo globalizado. Neste ano, a meta da JA Brasil, junto a sua rede, presente em 19 estados e no Distrito Federal, é proporcionar 1 milhão de experiências de aprendizagem em todo o país, a partir de ações, conteúdos, programas e projetos estruturados sob os três pilares da organização: empreendedorismo, educação financeira e preparação para o mercado de trabalho.

Pedro Englert, presidente do Conselho Diretor da JA Brasil, destaca a experiência da JA Brasil na qualificação de jovens, que soma 6 milhões de atendimentos em solo brasileiro: “Uma de nossas grandes vantagens é a capilaridade, com atuação em 700 municípios. Queremos e temos a chance de mudar o panorama do país por meio da educação, dando aos jovens a oportunidade de explorar novas áreas, de forma a se profissionalizarem e se prepararem para o novo mercado”, diz Englert.

Curso sobre como criar uma startup

A plataforma digital Inspira JA também oferece o curso “Como Criar uma Startup”, lançado recentemente. O termo se tornou popular no país para definir uma empresa jovem e inovadora, com foco na produção de um modelo de negócio empreendedor e transformador. Nas aulas, estudantes aprendem gratuitamente o que é uma startup, a identificar uma ideia disruptiva, concepção, execução, validação e a rotina de uma startup.

“Nossa plataforma oferece uma diversidade de assuntos que permeiam adolescentes, jovens e pessoas em geral que desejam se aprimorar para crescer no mercado de trabalho e/ou empreender. Em todos os cursos, a pessoa participante aprende de forma singular e divertida, adquirindo conhecimento e entretenimento”, destaca o coordenador de Marketing da JA Rio de Janeiro, Rafael Coelho.

Sobre a Junior Achievement

Fundada em 1999, a JA Rio de Janeiro é membro da JA Brasil e faz parte da rede global Junior Achievement, uma das dez organizações de bem social mais impactantes do mundo, segundo a thedotgood, e indicada ao Prêmio Nobel da Paz durante três anos consecutivos. Há 25 anos ajudando a transformar vidas, a JA Rio de Janeiro é também uma das 100 Melhores ONGs do Brasil em 2023 e a Melhor ONG de Filantropia, Voluntariado e Apoio à Sociedade.

Com participação de mais de 17 mil pessoas voluntárias, proporcionou mais de 500 mil experiências educacionais a adolescentes, jovens, estudantes da rede pública de ensino e pessoas em vulnerabilidade. Além disso, com o apoio financeiro da iniciativa privada e pessoas doadoras, a organização realiza ações, programas e projetos em parceria com as secretarias de Educação, profissionais do setor e instituições de ensino, inspirando e preparando jovens para o sucesso em uma economia global.

Saiba mais sobre a JA Rio de Janeiro: https://www.jarj.org.br.

John Deere oferece cursos gratuitos em nova plataforma de educação online

A John Deere, empresa global de tecnologia que fornece software e equipamentos para os setores agrícola, de construção e florestal, acaba de lançar o Campus John Deere, uma plataforma de educação online aberta ao público. Com o objetivo de democratizar o acesso ao conhecimento especializado sobre as áreas de atuação da companhia e as etapas do ciclo produtivo agrícola, a nova plataforma já está no ar e disponibiliza todas as aulas gratuitamente até o final deste ano.

Atualmente, estão disponíveis mais de 30 cursos que abrangem temas variados, desde configurações e informações básicas de máquinas até manutenções, operações agrícolas, técnicas de construção civil e estratégias de mercado para o agronegócio. Um dos destaques é a formação em Gestão de Fazendas, que oferece uma visão detalhada sobre administração eficiente de propriedades rurais. O treinamento aborda aspectos como sustentabilidade financeira, legislações ambiental e trabalhista, governança e sucessão familiar.

O lançamento do Campus John Deere reflete um compromisso estratégico da empresa com a capacitação da força de trabalho nos setores agrícola, construção e florestal. “Hoje, contamos com 28 milhões de pessoas na cadeia do agronegócio. O objetivo da John Deere é apoiar a formação de grande parte dessas pessoas. Sabemos que o conhecimento tem um papel transformador, por isso o Campus John Deere representa uma grande oportunidade de mudar vidas e fortalecer o mercado”, explica Júlia Carraro Pereira, líder de Programas para Clientes e Comunidades na John Deere.

Além dos cursos online disponíveis, a companhia tem planos de oferecer cursos presenciais e híbridos em parceria com a sua rede de concessionárias e instituições parceiras que vão desde treinamentos de operação, manutenção, ajustes e otimização até programas de nível avançado como especializações em Agricultura de Precisão e Proteção de Plantas.

Para se inscrever e começar a aprender, basta acessar o site www.campus.deere.com.br.

Sobre a John Deere

A Deere & Company é líder mundial no fornecimento de equipamentos para agricultura, construção e silvicultura. Ajudamos nossos clientes a superar os limites do possível de maneiras mais produtivas e sustentáveis para permitir que a vida possa avançar. Os produtos tecnológicos, incluindo o Trator Autônomo 8R, o sistema de pulverização See & Spray™ e a Retroescavadeira elétrica são algumas das soluções para atender à crescente necessidade mundial por comida, abrigo e infraestrutura. A Deere & Company também oferece serviços financeiros por meio do Banco John Deere. Para mais informações sobre a Deere & Company, acesse Link.

Google gera impacto econômico de mais de R$ 188 bi no Brasil em 2023 e investe milhões em projetos sociais

O Google movimentou mais de R$ 188 bilhões na economia brasileira, em 2023, por meio das plataformas Busca, Google Ads, Google AdSense, Google Play, Google Cloud e YouTube. O montante, calculado pela consultoria global Access Partnership com base em dados públicos, foi anunciado nesta terça-feira (11) durante o evento Google for Brasil. A análise, que é divulgada desde 2018, considera os benefícios financeiros e de produtividade que as ferramentas do Google proporcionam às empresas brasileiras, com metodologia similar à usada em outros países, como Austrália, Cingapura, Coreia do Sul, Japão e Nova Zelândia.
O número inclui o retorno de investimento gerado aos anunciantes ao fazer campanhas de publicidade em plataformas do Google, a receita compartilhada pelo Google com editores, desenvolvedores e criadores de conteúdo e economia de custos e ganho de receita pelas empresas brasileiras a partir do uso da nuvem.
“No Google, acreditamos que estamos apoiando o desenvolvimento do Brasil ao conectar empresas de todos os tamanhos com potenciais consumidores, ao investir em projetos sociais que mudam a vida das pessoas e ao ajudar profissionais a continuar evoluindo e suas carreiras, contribuindo para a geração de emprego”, afirma o presidente do Google Brasil, Fabio Coelho. “Temos um compromisso de longo prazo com o Brasil, país que está entre os cinco maiores para nossas principais plataformas.”

Projetos sociais

A empresa também divulgou que, somente em 2023, destinou milhões de reais no Brasil por meio das Leis de Incentivo Fiscal em projetos culturais, educativos e esportivos. No total, o Google investiu mais de 20 iniciativas, que estão beneficiando cerca de 160 mil pessoas de 143 cidades em 19 estados do Brasil. O Google anunciou que, a partir de 2024, o processo de seleção de novos projetos será recorrente e qualquer instituição pode se inscrever para receber recursos por meio do site google.incentiv.me.

Entre os projetos que receberam investimento estão: Descubra a Orquestra na Sala São Paulo, da Fundação Osesp; Bem Estar 60+, do Instituto Tecnológico e Vocacional Avançado (Iteva); Hospital Digital, do Hospital Pequeno Príncipe; Esportes Paralímpicos, do Instituto Athlon de Desenvolvimento Esportivo; Plano Anual Vagalume, da Associação Vagalume; e o Amazônia das Palavras, do Acapulco Filmes Espaço Vídeo.
Outro anúncio importante feito no palco do Google for Brasil foi em relação à chegada de dois cursos em português na biblioteca de treinamentos dos Certificados de Carreira do Google: Cibersegurança e Fundamentos em AI. Criados pelo Google e hospedados na plataforma de educação Coursera, os quatro cursos somam mais de 800 horas de aulas com certificação, preparando os estudantes e profissionais em áreas de alta demanda no mercado de tecnologia. Sem a exigência de conhecimento prévio, os cursos são indicados para quem busca iniciar, mudar ou avançar na carreira.

Como parte do esforço para democratizar o acesso aos Certificados, o Google vai doar 70 mil bolsas de estudo, em parceria com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), visando a formação de estudantes jovens e adultos de grupos socialmente mais vulneráveis. Com a doação, o Google se aproxima ainda mais do seu objetivo de doar 500 mil bolsas de estudo para os Certificados Profissionais no Brasil até 2026.
O Google também divulgou novos certificados gratuitos, por meio da plataforma Cloud Skill Boost, para estudantes de instituições de ensino superior e de escolas técnicas. São três novos cursos focados em IA generativa, segurança cibernética e análise de dados. Todos são voltados para estudantes em qualquer área de formação, 100% online, assíncronos e em português. Desde janeiro de 2023, mais de 45 mil pessoas no Brasil participaram em programas do Google Cloud. Atualmente, são mais de 250 universidades e escolas técnicas oferecendo conteúdos para aprimorar os currículos dos alunos.

Conheça alguns dos projetos investidos pelo Google por meio das Leis de Incentivo
Fiscal:

Plano Anual de Atividades OSESP – A Fundação OSESP, organização social que gere a Sala São Paulo e a orquestra sinfônica residente, promove cultura e educação musical. Com o apoio do Google, a OSESP ampliará programas de formação musical, como o Descubra a Orquestra, o Coro Infantil e Juvenil e a Academia de Música, além de iniciativas de acessibilidade. A organização já impactou a vida de mais de 800 mil crianças e formou mais de 320 músicos profissionais.

Bem-estar 60+ – O ITEVA, Instituto Tecnológico e Vocacional Avançado, há mais de 30 anos promove a inclusão social por meio da educação. Com o apoio do Google, o programa Bem-estar 60+ foca na melhoria da qualidade de vida de idosos e seus familiares. O programa oferece ensino, acesso à moradia digna e incentivo à aquisição de hábitos saudáveis, impulsionando o desenvolvimento socioeconômico e reduzindo a desigualdade. Hospital Digital – Referência em pediatria, o Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, oferece tratamento integral e humanizado, com destaque em transplantes e cirurgias cardíacas em bebês. Em 2022, foram mais de 200 mil atendimentos ambulatoriais e 21 mil cirurgias. O Google apoiará o Hospital Digital, projeto de transformação digital que visa otimizar processos, melhorar a tomada de decisão clínica e o atendimento, além de aprimorar o armazenamento e segurança de dados, impactando positivamente o setor de saúde.

Plano Anual Vagalume – A Associação Vaga Lume promove a transformação social na Amazônia Legal por meio da leitura. Com o apoio do Google, o projeto criará bibliotecas, formará mediadores de leitura e doará livros em 22 comunidades ribeirinhas, valorizando a cultura local e fomentando a imaginação. Desde 2001, a Vaga Lume impacta a vida de mais de 110 mil crianças e jovens na região.

Esportes Paralímpicos IV – O Instituto Athlon, desde 2011, promove a inclusão de pessoas com deficiência por meio do esporte de alto rendimento. Com o apoio do Google, estendeu suas ações para mais de 240 atletas, visando aumentar a participação em competições nacionais e internacionais. Nos Jogos Paraolímpicos de Tóquio, o Athlon foi um dos maiores representantes do Brasil e a expectativa é aumentar em 50% o número de atletas do instituto competindo pelo país nos Jogos deste ano.Amazônia das Palavras – O projeto Amazônia das Palavras, da Associaçāo Mapinguari, leva oficinas itinerantes de leitura e escrita para escolas públicas na Amazônia. Com o apoio do Google, a expedição de 18 dias beneficia mais de 3.700 alunos, com atividades noturnas para a comunidade e doação de livros. O projeto valoriza a cultura amazônica, desperta o interesse pela leitura e contribui para a redução da desigualdade na região.

Última semana para empreendedoras negras se inscreverem no programa “Elas Prosperam”, da Visa

A Visa, em parceria com a Rede Mulher Empreendedora (RME), anunciou o lançamento da quarta edição do programa “Elas Prosperam”, iniciativa que tem como foco apoiar micro e pequenas empreendedoras negras de todo o Brasil e promover a diversidade, incluindo mulheres negras cis, trans, moradoras de comunidades e PCD. As inscrições vão até o dia 16 de junho, sendo esta a última semana para efetuá-las. As capacitações iniciam em julho de 2024, e a premiação será em outubro deste ano.
   ‎‎ 
“O Elas Prosperam busca capacitar essas mulheres empreendedoras,estruturando, formalizando e ampliando o acesso ao capital para seus negócios. Buscamos promover a independência financeira em um dos grupos com grande potencial de empreendedorismo no país”, explica Ana Fontes, presidente e fundadora da RME. “Este programa é uma resposta crucial para o fortalecimento econômico e social das empreendedoras negras”.
   ‎‎ 
O programa acontecerá de forma inteiramente remota para abranger mulheres de todo o país e facilitar a criação de redes locais de empreendedoras através de lições de empreendedorismo e educação financeira, além de mentorias temáticas. Essa edição irá selecionar 100 empreendedoras para o curso online de capacitação, das quais 10 passarão por um processo de aceleração de negócios, e ao final, cinco receberão um capital semente de 10 mil reais cada.
   ‎‎ 
“A Visa está comprometida em fornecer às mulheres empreendedoras os recursos, conhecimentos, redes de contato e financiamentos necessários para impulsionar seus negócios. Nosso programa tem como objetivo expandir e facilitar a mobilidade econômica, criando condições para que essas mulheres não apenas prosperem, mas também se tornem agentes de transformação,” afirma Sabrina Sciama, diretora executiva de Comunicação Corporativa da Visa do Brasil.
   ‎‎ 
Os temas desta edição incluirão autoconhecimento e liderança, gestão financeira, formalização, acesso a capital, redes de contatos e colaboração, e preparação para apresentações de negócios (pitch).
   ‎‎ 
Sabrina afirma que as mulheres desempenham um papel importante na economia, exercendo impacto significativo em suas famílias e comunidades. “Fundamentados na ideia do poder de focar em pequenos passos facilmente realizáveis, em vez de grandes movimentos ou grandes resultados, deslocamos o foco de sonhar para fazer. O programa é um pequeno passo que pode ser dado e acelera as empreendedoras gradualmente em direção aos seus objetivos”, finaliza Sabrina.
   ‎‎ 
Poderão participar do programa Elas Prosperam mulheres de todo Brasil autodeclaradas negras, com negócio formalizado ou não, e de qualquer área de atuação. As inscrições acontecem a partir de 06/05 até o dia 16/06 por meio do site do Elas Prosperam: link.

Atos oferece mais de 100 vagas, além de programa de formação para profissionais com deficiência

A Atos, multinacional de tecnologia, está ampliando seu time de colaboradores no Brasil e oferece mais de 100 vagas em diversos níveis (de assistente a gerente). As oportunidades de trabalho são em modelo presencial e remoto, considerando candidatos de qualquer região do País, conforme requisitos das vagas. As seleções de candidatos já estão em andamento e para mais informações sobre as vagas e processo seletivo, os interessados devem acessar a página da Atos no LinkedIn.

Formação para profissionais com deficiência 

A empresa também anuncia a 1ª Academia Atos de Serviços Administrativos, uma capacitação exclusiva para pessoas com deficiência que residem em São Paulo (SP) ou Londrina (PR), locais em que a Atos mantém escritórios. A iniciativa é voltada para profissionais com deficiência que têm interesse em iniciar no setor administrativo ou migrar de carreira. A Academia Atos oferece um programa de formação em serviços administrativos e ainda acompanhamento dos profissionais com líderes e gestores da área. As contratações ocorrem na modalidade CLT, para atuação nos escritórios de São Paulo ou Londrina. As inscrições ocorrem pelo link. A previsão de início da Academia Atos é em 17 de junho.

A Atos também está com inscrições abertas para a jornada Atos Experience Service Desk – edição exclusiva para pessoas com deficiência, no modelo remoto. A iniciativa visa desenvolver os participantes para uma carreira na área de Service Desk (suporte técnico que auxilia os usuários com problemas no computador), com uma jornada consistente de treinamentos. Os candidatos serão contratados e passarão por treinamentos para adquirir os conhecimentos técnicos necessários e iniciar suas carreiras dentro da Atos. As inscrições podem ser feitas por esse link e a previsão de início é em 24 de junho.