Plataforma oferece cursos gratuitos para empreendedores

O Bling, sistema de gestão online para empresas, que faz parte do grupo LWSA, acaba de lançar o Bling Academy, uma plataforma de cursos online e gratuitos, voltada para pequenos e médios empreendedores que precisam de qualificação para melhorarem a gestão e impulsionarem seus negócios no e-commerce.

Os conteúdos do Bling Academy podem ser acessados no site, com computador ou celular, por qualquer pessoa, mesmo que ainda não utilize o Bling como sistema de ERP. 

Os treinamentos incluem gestão do negócio, finanças, marketing, precificação, busca por produtos e fornecedores, abertura de MEI/CNPJ, emissão de notas fiscais, como vender em marketplaces como Amazon, Shopee e Shein, e ensina empreendedores a utilizarem a plataforma Bling. 

“Com o Bling Academy, todo empreendedor passa a ter um canal de fácil acesso e gratuito para aprender sobre gestão do seu negócio no e-commerce e como contar com um sistema de ERP como o Bling para gerenciar todos os canais de vendas, seja loja online ou em marketplaces, de forma integrada”, explica Marcelo Navarini, diretor geral do Bling.

Os treinamentos são realizados por colaboradores Bling, além de especialistas e influenciadores que atuam em vendas online e são parceiros da plataforma, entre eles, Cris Terovydes, especialista em treinamentos para e-commerce. 

“Teremos trilhas voltadas para diferentes níveis, que podem auxiliar tanto quem está iniciando sua jornada quanto quem já vende online há pouco ou muito tempo, com treinamentos adequados para sua necessidade no momento”, destaca Cris. 

DIO e SQUADIO oferecem juntas 10 mil bolsas de estudos em Python e Ciência de Dados para interessados na área

Em busca de profissionais da área tech que querem trabalhar com Python para Dados, transformando dados em informações na prática, a DIO – startup open education – e a Squadio, uma empresa global de recrutamento e seleção de talentos de tecnologia do oriente médio, lançaram um bootcamp completo e gratuito.

O curso conta com mais de 65 horas de conteúdo teórico e prático de que capacita os participantes a manipular e apresentar dados como um especialista com anos de experiência em apenas 12 semanas, dominando os principais comandos de Python, SQL e noSQL e ferramentas como o PowerBI.

São 10 mil bolsas gratuitas, voltadas para profissionais de todas as áreas que têm interesse em trabalhar na área de análise de dados. Três grandes momentos do Bootcamp incluem a criação de um projeto que mostra como grandes e-commerces lidam com uma massa grande de dados para extraírem informações importantes, e duas mentorias com experts para recriar o dataset da plataforma de audio-streaming Spotify e a criação de um relatório elegante e impressionante com Inteligência Artificial generativa.

Outro grande diferencial do bootcamp é que, ao final da trilha, todos aqueles que se graduarem e emitirem seus certificados ficarão disponíveis na Talent Match, a plataforma de contratação da DIO que conecta grandes talentos com as melhores oportunidades, inclusive para recrutadores da Squadio, que oferecem vagas globais remotas para diversos países.

“A partir de 2024, a Squadio estará conosco, apoiando o ensino em tecnologia no Brasil, além de conectar os melhores talentos para oportunidades internacionais. Assim, entramos em uma nova era de transformação e transição, proporcionando impacto positivo na educação”, destaca Iglá Generoso, CEO da DIO.

Ahmèd Elsawy, Chief Talent Officer da Squadio, durante sua visita ao Brasil, compartilhou: “Acreditamos que as ‘joias raras’ da tecnologia estão escondidas em todos os lugares, e a Squadio se une à DIO para trazer oportunidades para essas pessoas”.

As inscrições para o Bootcamp Coding The Future Squadio – Python Data Analytics já estão abertas e vão até o dia 15 de abril. Para garantir uma vaga, basta acessar o link.

Sobre a DIO – Fundada em 2018, a DIO é a primeira plataforma Open Education brasileira que tem como objetivo democratizar o conhecimento em desenvolvimento de software e tecnologias exponenciais para acelerar a formação de mais de 5 milhões de talentos digitais, conectando-os com grandes oportunidades que potencializam o desenvolvimento socioeconômico regional. Atualmente o ecossistema da startup conta com mais de 1 milhão profissionais de tecnologia, 1.000 instituições de ensino, 2.000 embaixadores, 500 experts e mais de 1.000 empresas conectadas por meio dos programas educacionais.

1.000 vagas gratuitas para ajudar jovens a conquistar o primeiro emprego em Santa Catarina

O Instituto PROA chegou em Santa Catarina em 2022 para que os jovens tivessem uma oportunidade de capacitação profissional. Agora, em parceria com a Prefeitura de Florianópolis, irão lançar a Plataforma PROA 2024, onde serão destinadas 1.000 vagas para os catarinenses.

O evento de lançamento será no dia 11 de abril, no auditório da Prefeitura e contará com a presença de Alini Dal’Magro, CEO do Instituto PROA, e Topázio Neto, Prefeito de Florianópolis.“Estamos muito felizes com a parceria que será fundamental para fomentar ainda mais o mercado de trabalho catarinense e o apoiar os jovens nas conquistas dos seus sonhos” afirma Alini. Para participar, basta o jovem fazer a inscrição no site até 15 de maio, responder a um teste básico de língua portuguesa, matemática e análise de perfil, e, se for aprovado, o candidato deve seguir para a etapa de preenchimento dos dados pessoais e realizar a matrícula no curso.

O curso do PROA, que terá início dia 27 de maio, tem carga horária de 100 horas e é dividido em 4 módulos que preparam os alunos para definirem metas profissionais e se saírem bem nas entrevistas de emprego: Autoconhecimento, Projeto Profissional, Raciocínio Lógico e Comunicação. Semanalmente há também encontros ao vivo mediados por tutores.

Os jovens podem optar por cursar um 5º módulo com uma trilha técnica específica. São 8 carreiras à escolha, patrocinadas por grandes empresas, com 50 horas de preparação para cada: Administração (P&G), Logística (P&G), Excel e Power BI (Microsoft), Varejo (Fundação Casas Bahia), UX Design (Accenture), Promoção de Marcas (BRF), Educação Financeira (Bloomberg + Dahlia Capital) e Atendimento a Clientes (IMFG + Grupo BMG).

Ao final do curso, os participantes recebem certificado de conclusão e acesso a uma plataforma exclusiva de vagas de emprego.

Case de sucesso

Stefany Martins estava em busca do seu primeiro emprego quando conheceu o curso de capacitação do PROA – SC. “Meu currículo não era atrativo, não tinha nenhum curso e nem experiência, estava difícil encontrar uma vaga de emprego, foi aí que encontrei a Plataforma PROA que me ajudou a ingressar no mercado de trabalho”, relata a jovem. A PROANE ainda complementa que o curso abriu várias portas de oportunidades e conhecimentos importantes para sua trajetória no mundo corporativo.

Sobre o Instituto PROA

O Instituto PROA foi fundado em 2007 com o objetivo de auxiliar jovens de baixa renda a ingressarem no mercado de trabalho, dividindo conhecimentos sobre carreiras, planejamento, autoconhecimento para vocações e comunicação. Desde então, já impactou mais de 36 mil alunos com seus dois principais projetos, Plataforma PROA – preparação para o primeiro emprego – e PROPROFISSÃO – curso de programação para quem deseja ser um(a) desenvolvedor(a) Java Junior. A Plataforma PROA está presente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e em 2024, chega em Goiás, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Bahia e Pernambuco.

Serviço – Lançamento Plataforma PROA – 2024

Data: 11 de abril de 2024

Horário: 15h às 16h

Endereço: Prefeitura de Florianópolis – R. Conselheiro Mafra, 656 – Centro, Florianópolis – SC, 88010-102

Serviço – Plataforma PROA

Processo seletivo para a Plataforma PROA: até 15 de maio

Início das aulas: 27 de maio de 2024

Inscrições no site: proa.org.br

Requisitos:

– Ter entre 17 e 22 anos;

– Morar em Santa Catarina;

– Estar cursando ou ter concluído o 3º ano do Ensino Médio em escola pública.

Vagas para Santa Catarina: 1.000

Última semana para se inscrever no programa de bolsas que já levou centenas de brasileiros para o MIT, Harvard e outras universidades de ponta

A Fundação Estudar prorrogou as inscrições para o seu Programa de Bolsas Líderes Estudar, que já levou 94 alunos brasileiros para a Universidade Harvard, 60 para a Universidade de Stanford e 34 para o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e outras grandes universidades de ponta. O programa oferece bolsas de estudo para brasileiros que desejam fazer graduação e pós-graduação nas melhores universidades do Brasil e do mundo. Para ter a chance de ganhar a bolsa de estudos e fazer parte da comunidade de líderes da Fundação Estudar, nessa última chance, basta acessar este link até 14 de abril

O programa de bolsas Líderes Estudar, da Fundação Estudar, oferece bolsas de graduação e pós-graduação que podem chegar até meio milhão de Reais, em sua 33ª edição. O valor varia de acordo com a necessidade de cada estudante e pode chegar a cobrir 95% dos custos, a ser aplicado para gastos com o curso ou despesas de manutenção, como moradia, alimentação e transporte. Para concorrer a uma vaga, basta acessar este link.

Além do auxílio financeiro, as pessoas contempladas passam a fazer parte de uma comunidade formada por 813 bolsistas que se destacam no mercado de trabalho e, atualmente, fazem parte de grandes empresas ao redor do mundo como Brex, Meta, Google, Apple, XP e BTG Pactual. O programa oferece ainda mentorias exclusivas aos seus participantes e acesso à uma rede de profissionais que fazem a diferença em seus setores de atuação, como Pedro Franceschi e Henrique Dubugras, fundadores da fintech Brex.

“Estamos prorrogando por mais uma semana as inscrições do Programa de Bolsas Líderes Estudar para dar oportunidade a quem ainda não pode concluir a candidatura ou só ficou sabendo dessa oportunidade agora. As bolsas são oferecidas para os talentos excepcionais das mais diversas áreas, mas fazemos um chamado especial aos estudantes de STEM, considerando o cenário atual de oportunidades para os profissionais da nova economia”, destaca Anamaíra Spaggiari, Diretora executiva da Fundação Estudar.

Para se inscrever, é necessário ser natural do Brasil, ter entre 16 e 34 anos, apresentar excelência acadêmica e estar em processo de aceitação, matriculado(a) ou cursando o ensino superior no Brasil ou no exterior em uma das quatro categorias de bolsa: graduação completa no Brasil; intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma (intercâmbio); graduação completa no exterior ou pós-graduação no exterior.

Pré-requisitos

  • Ser brasileiro ou brasileira de até 34 anos;
  • Apresentar excelência acadêmica;
  • Estar em processo de aceitação, matriculado ou cursando o ensino superior em uma das quatro categorias de bolsa:

-Graduação completa no Brasil;

-Intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma no exterior;

-Graduação completa no exterior;

-Pós-graduação no exterior.

Etapas de seleção

São quatro etapas consecutivas e eliminatórias:

  • Inscrição: testes de perfil e de lógica, análise da trajetória e avaliação de vídeo;
  • Entrevista de competências e de aprofundamento técnico, quando necessário;
  • Painel online com Líderes Estudar;
  • Painel final.

Serviço

  • Data: até 14/04
  • Link de inscrição
  • Taxa de inscrição: R$75 para inscrições nos programas de graduação e R$150 para inscrições nos programas de pós-graduação.
  • Isenção: os candidatos que não tiverem condições de pagar a taxa de participação podem fazer o pedido de isenção, disponível aqui no site, durante o processo de inscrição. Todos os pedidos passam por um cuidadoso processo de avaliação.

ESPM realiza evento gratuito com Neil Patel, o principal nome global do Marketing Digital

A ESPM, escola referência em Marketing e Inovação voltada para negócios, traz o inglês Neil Patel, considerado um dos maiores nomes do marketing digital para evento único com transmissão ao vivo. O encontro O Futuro do Marketing: Tendências e Previsões Para Os Próximos Anos com Neil Patel acontece no dia 11 de abril, no campus ESPM Tech, localizado na Vila Mariana, em São Paulo.

Neil Patel é co-fundador da NP Digital, reconhecido como um influenciador de destaque na web pelo Wall Street Journal e um dos dez melhores profissionais de marketing segundo a Forbes. Ele também foi citado pela Entrepreneur Magazine como criador de uma das 100 empresas mais brilhantes. Autor best seller do New York Times, Neil foi reconhecido como um dos 100 melhores empreendedores com menos de 30 anos pelo Presidente Obama e um dos 100 melhores empreendedores com menos de 35 anos pela ONU.

Criador das mais populares ferramentas de SEO do mercado, Patel estará no palco da ESPM para compartilhar os segredos dos grandes players do mercado, seus insights em quase 20 anos de carreira e as tendências que irão definir os próximos anos dentro do Marketing.

O encontro presencial VIP acontece no auditório da ESPM Tech, com 120 assentos reservados para convidados e parceiros. Haverá também transmissão simultânea on-line  disponível para demais interessados no tema.  

Serviço 

O Futuro do Marketing: Tendências e Previsões para os Próximos Anos com Neil Patel

Quando: 11 de abril

Horário: 19h30 

Formato: Presencial VIP com Transmissão Online

Onde: Auditório ESPM Tech

Inscrições para a transmissão simultânea: Aqui

Com investimento de R$15 milhões, Amazon Web Services e Escola da Nuvem esperam capacitar mais de 5 mil pessoas em computação em nuvem até 2025

A Amazon Web Services (AWS) anunciou que investirá R$15 milhões no Brasil para ampliar a oferta de profissionais qualificados em computação em nuvem e aumentar a diversidade. Essa é uma das competências mais procuradas no mercado de trabalho. Um estudo da consultoria IDC indica que o gap de habilidades digitais está crescendo a uma taxa composta de 11,4% no período de 2022 a 2025 na América Latina, sendo que até 2026 haverá quase 2,5 milhões de cargos emergentes que exigirão profissionais atualizados.

O investimento será viabilizado pela AWS Partner Network (APN), comunidade global que aproveita tecnologias, programas, expertise e ferramentas da AWS para construir soluções e serviços para clientes, e será alocado nos próximos dois anos à Escola da Nuvem, uma organização não governamental que prepara estudantes para carreiras na nuvem e os conecta com potenciais empregadores.

“Uma das maiores barreiras para o sucesso atual na condução de avanços tecnológicos e inovação é a disponibilidade de talentos, e a indústria de computação em nuvem enfrenta tanto uma escassez de talentos quanto uma lacuna de habilidades”, afirma Ruba Borno, vice-presidente Global de Canais e Alianças da Amazon Web Services. “Com parceiros como a Escola da Nuvem, podemos alcançar juntos nosso potencial e compromisso de construir um negócio mais sustentável para nossos clientes, investindo em desenvolvedores, estudantes e na próxima geração de líderes de TI em todo o Brasil.”

O programa da Escola da Nuvem oferece cursos de treinamentos online e presenciais gratuitos voltados principalmente para pessoas vulneráveis e grupos sub-representados no mercado de tecnologia em todo o Brasil. Os cursos são abertos a pessoas de todo o país, sem necessidade de conhecimento prévio de nuvem ou outras tecnologias. Até o final de 2025, a Escola da Nuvem espera ter cerca de 6 mil pessoas capacitadas, 3 mil com certificações AWS e mais de 2 mil encaminhadas para vagas de emprego.

A estrutura do curso é baseada no AWS re/Start, um programa gratuito de treinamento de desenvolvimento de força de trabalho que ajuda indivíduos desempregados ou subempregados a desenvolver habilidades de computação em nuvem e conecta os participantes a oportunidades de emprego em empregadores locais. O treinamento inclui habilidades práticas de carreira, como entrevistas e redação de currículos, para ajudar os participantes a se prepararem para funções básicas na nuvem, incluindo operações em nuvem, suporte de infraestrutura, programação, segurança, fundamentos de banco de dados e técnicas de segurança.

A Escola da Nuvem já formou milhares de alunos com a colaboração da AWS. Um deles é Jhonathan Turial de Oliveira, de 20 anos, morador do Espírito Santo, que conquistou a certificação AWS Cloud Practitioner e passou no processo seletivo para uma vaga de trainee. “A Escola da Nuvem conseguiu me trazer uma realocação no mercado de trabalho através da capacitação oferecida, além da oportunidade de tirar uma certificação relevante em computação em nuvem e me destacar nas vagas oferecidas aos profissionais de TI”, comenta Jhonathan.

“A nuvem é uma tecnologia em constante evolução e oferece oportunidades de crescimento e desenvolvimento de carreira para muitos profissionais”, afirma Ana Letícia Lucca, CRO da Escola da Nuvem. “Mas entendemos que é preciso proporcionar conhecimento sobre o tema e preparar os alunos para entrarem nesta área. Para alcançarmos isso, temos parceiros nessa jornada preparados para oferecer oportunidades de empregos para os alunos que concluam os treinamentos”, finaliza.

Muitos profissionais também fizeram transição de carreira com apoio da Escola da Nuvem. É o caso de Thaís Rivarolli Barbosa, 30 anos, moradora de Caieiras, São Paulo, que atuava na área de vendas. “Busquei novos desafios e comecei a estudar tecnologia. Descobri a Escola da Nuvem por recomendação de uma amiga, que se tornou minha base fundamental para crescimento na área”, conta.

“Continuo pessoal e profissionalmente inspirado pelo trabalho da Escola da Nuvem e pelo comprometimento de seus alunos. Juntos, somos capazes de criar um impacto real nas comunidades no Brasil, ao mesmo tempo que continuamos a apoiar a crescente economia da nuvem”, finaliza Chris Sullivan, vice-presidente de Canais e Alianças das Américas na Amazon Web Services.

Desde 2017, a AWS treinou mais de 800 mil pessoas no Brasil em habilidades em nuvem com cursos pagos e gratuitos. Os interessados podem se inscrever a qualquer momento no site da Escola da Nuvem. Fundada em 2020 através da união de empreendedores, executivos e profissionais do setor de Tecnologia da Informação, a Escola da Nuvem já formou aproximadamente 4 mil pessoas em tecnologia de nuvem no país.

Solve For Tomorrow Brasil: Samsung abre inscrições para a 11ª edição

A Samsung anuncia a abertura das inscrições para a 11ª edição do Solve For Tomorrow Brasil. O programa global de cidadania corporativa da empresa é conhecido por estimular alunos e professores do ensino médio da rede pública a criarem projetos inovadores para solucionar demandas e problemáticas da vida real dentro e fora de suas comunidades. Para participar do desafio, os interessados devem se inscrever com um projeto baseado na abordagem STEM (sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

As inscrições estarão disponíveis até o dia 10 de julho no site oficial do programa. Os pré-requisitos para a inscrição incluem a participação de 3 a 5 estudantes do ensino médio, sob orientação de um professor orientador que lecione alguma disciplina relacionada às áreas de Ciências da Natureza e/ou Matemática para, ao menos, dois integrantes da equipe inscrita. Os grupos inscritos também podem contar com um Professor(a) Parceiro(a) que, obrigatoriamente, lecione para, no mínimo, dois integrantes da equipe participante.

Desde a 10ª edição, o programa passou a permitir a inscrição de grupos compostos por alunos de diferentes turmas, sendo obrigatório apenas que estejam todos cursando o mesmo ano na mesma instituição de ensino.

“O Solve For Tomorrow é uma iniciativa global da Samsung para estimular o avanço do sistema educacional na rede pública, estimulando a criação de soluções inovadoras para diferentes demandas da sociedade, além de auxiliar no desenvolvimento de habilidades dos jovens participantes para que tenham sucesso em sua carreira acadêmica e profissional”, afirma Anna Karina Pinto, diretora de Marketing Corporativo da Samsung Brasil. “Estamos ansiosos para conhecer as histórias e os projetos participantes desta 11ª edição no Brasil”.

“Temos certeza de que, mais uma vez, vamos conhecer ideias inovadoras que mostram a imensa capacidade criativa de estudantes e docentes de escolas públicas de todo o Brasil”, afirma Beatriz Cortese, diretora executiva do Cenpec, organização responsável pela coordenação geral do programa no país. “Além de reconhecer essas iniciativas, o Solve for Tomorrow oferece ações formativas às equipes participantes ao longo de cada edição, por meio de mentoria, webinars e encontros com especialistas, além de materiais de apoio sobre STEM, desenvolvimento de projetos e prototipagem.”

Por dentro da 10ª edição do Solve For Tomorrow no Brasil

A décima e histórica edição do Solve for Tomorrow Brasil foi realizada em 2023 e contou com a participação de todos os estados do país. O destaque entre as equipes finalistas ficou para as equipes de Porto Velho (RO), Penalva (MA) e Tutóia (MA), além dos projetos de Vila Velha (ES), Cascavel (CE) e São Paulo do Potengi (RN). Por fim, os alunos de Franca (SP) também tiveram uma participação de destaque recebendo da banca julgadora uma menção honrosa, devido ao potencial transformador do protótipo apresentado.

O tema de principal destaque da 10ª edição do programa foi sustentabilidade, com projetos voltados para a produção de biogás, de combustível, revestimentos sustentáveis, reciclagem, e até a produção de uma biofábrica. Entre os vencedores também estiveram projetos voltados para a saúde, com foco na proteção solar e repelente, além de uma alternativa para melhorar a experiência de alunos autistas em salas de aula. Clique aqui para conhecer os finalistas da edição.

Sobre o Solve For Tomorrow Brasil

O Solve for Tomorrow está no Brasil desde 2014 e, na edição de 2023, teve uma programação diversa composta por webinars, workshops e mentorias para ajudar os participantes a alcançarem seus objetivos aplicando possíveis melhorias a seus projetos. No total, a iniciativa já envolveu 173 mil estudantes, mais de 36 mil professores, e mais de 6.600 mil escolas públicas. E, em 2023, registrou um aumento de 50,92% no número de alunos inscritos, em comparação ao ano anterior.

A edição brasileira do Solve for Tomorrow conta com uma rede de parceiros, como a representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil), ONG Todos pela Educação e da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (OEI), além do apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a coordenação geral do Cenpec.

Veja o cronograma da 11ª edição do Solve For Tomorrow no Brasil

8 de abril a 10 de julho: Inscrição da ideia do projeto

8 de abril a 10 de julho: Mentoria para os inscritos

19 de agosto: Resultado das 20 equipes semifinalistas

20 de agosto a 4 de outubro: Mentoria para as 20 equipes semifinalistas

16 de outubro: Resultado das 10 equipes finalistas

17 de outubro a 29 de novembro: Mentoria para as 10 equipes finalistas

21 de novembro a 29 de novembro: Votação pelo Júri Popular

29 de novembro: Apresentação dos projetos para a Banca Julgadora

03 de dezembro: Resultado dos vencedores da 11ª edição

Plataforma Solve for Tomorrow

A Samsung acaba de lançar a plataforma digital Solve for Tomorrow Latam, um espaço inovador de reconhecimento e valorização dos professores. Como principal diferencial, a página solvefortomorrowlatam܂com oferece um vasto repertório de referências pedagógicas em educação STEM criadas por professores para professores. Na plataforma, além de histórias inspiradoras, há materiais de apoio – disponíveis em português, espanhol e inglês – para quem deseja desenvolver um projeto para o Solve for Tomorrow.

No dia 8 de maio, a Samsung realizará um webinar com educadores participantes da plataforma. O evento online abordará as experiências desses profissionais na facilitação do processo de aprendizagem de seus alunos ao longo da participação no programa. As inscrições podem ser feitas por meio do próprio site.

“Temos a missão de empoderar as futuras gerações para que alcancem seu pleno potencial e sabemos que o Solve for Tomorrow tem o poder de despertar o senso de comunidade, a construção de relações sustentáveis, o desenvolvimento local em diferentes comunidades da América Latina e a inclusão social de alunos e professores” afirma Helvio Kanamaru, diretor de Cidadania Corporativa e ESG da Samsung para a América Latina.

Serviço

Solve For Tomorrow Brasil 2024

Inscrições: Link 

Período: 8 de abril a 10 de julho de 2024

Investimento: Gratuito

Público: Alunos e professores do ensino médio de escolas públicas de todo o Brasil

Regulamento: Link

Women Rock IT: programa da Cisco para capacitação de mulheres em TI tem vagas abertas

A Cisco anuncia a 5ª edição do Women Rock IT, programa do Cisco Networking Academy que oferece cursos profissionalizantes de tecnologia gratuitos na área de Redes, para mulheres (cis e trans) a partir de 16 anos. As inscrições podem ser feitas até o dia 22 de abril pelo site

O programa Women Rock IT foi criado em 2020 como parte do movimento internacional Girls in ICT, que visa motivar meninas e mulheres a considerarem as áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM, na sigla em inglês) em seus planos de carreira. Somente no Brasil, mais de 3 mil mulheres participaram das 4 edições do programa, e mais de 1.400 já foram impactadas com os certificados obtidos pela plataforma Networking Academy, vinculados ao projeto. O CCNA é um dos cursos mais reconhecidos na área de redes, alinhados à certificação internacional. Trata-se de uma formação em redes, voltada para a inserção das mulheres no mercado de trabalho.

O Women Rock IT é dividido em quatro etapas. Na primeira, as alunas têm até o dia 22 de abril para se inscrever e concluir o curso on-line Conceitos Básicos de Rede, que tem duração de 22 horas, e deve ser concluído com nota superior a 70%. As 1.000 melhores estudantes desta etapa serão classificadas para a fase profissionalizante, cursando os três módulos do CCNA, que seguem o cronograma:

CCNA 1: Introdução às Redes, com início em 07 de maio

CCNA 2: Switching, Routing and Wireless Essentials, com início em 02 de julho

CCNA 3: Enterprise Network, Security and Automation, com início em 03 de setembro

Ao final do programa, a estudante também está pronta para se candidatar a uma certificação internacional em Redes. Saiba mais sobre o programa Women Rock It no site.

Embora o número de mulheres seja superior ao de homens no Brasil, elas ainda são minoria no mercado formal: apenas 44% são mulheres. E no setor de Tecnologia, as disparidades de gênero são mais evidentes. De acordo com o Relatório de Diversidade no Setor TIC, elaborado pela Brasscom, o setor de tecnologia no Brasil conta apenas com 39% de presença feminina.

Programa Women Rock IT 2024

Inscrições: até 22/04 pelo site

Link

Valor: gratuito em formato 100% on-line pela plataforma do Cisco Networking Academy, com aulas ao vivo pelo Webex, terças e quintas.

Quem pode se inscrever: mulheres cis e trans, a partir de 16 anos de idade, que tenham interesse em capacitação em TI na área de Redes

Requisitos: conexão de internet de no mínimo 5Mb; acesso a um computador compatível com processador i3 ou Windows 10 com 4Gb de RAM; fazer o teste de funcionalidade do software Packet Tracer; inscrever-se no curso classificatório Conceitos Básicos de Redes, na plataforma Skills for All do Networking Academy não ter realizado o curso completo de CCNA antes.

Sobre o Cisco Networking Academy
O Cisco Networking Academy é um dos maiores e mais longevos programas de educação e empregabilidade, que já impactou 20,5 milhões de estudantes no mundo. No Brasil, o programa completa 25 anos, impactando positivamente a vida de mais de 720 mil alunos, por meio de parcerias com instituições educacionais estratégicas como Senac, SENAI, Centro Paula Souza, Rede de Institutos Federais (CONIF), Exército Brasileiro, entre outros. Hoje conta com uma rede de 602 academias e 1.154 instrutores ativos, espalhados por todos os Estados do país.

Santander Universidades e Ada oferecem 60 mil bolsas para curso de tecnologia

O Santander Universidades abriu as inscrições para a 5ª edição do Santander Coders. Em parceria com a Ada, plataforma de educação impulsionada por tecnologia, o Banco vai conceder 60 mil bolsas para um curso digital introdutório para Front-end, Back-end, Data Engineering, Data Science ou DevOps. Os 300 bolsistas que obtiverem melhor desempenho no processo seletivo terão acesso a uma formação completa em um dos cursos disponíveis. As inscrições vão até 19 de maio e podem ser feitas na plataforma Santander Open Academy. Não é necessário ser cliente do Banco para participar. 

Após a fase de inscrição, os alunos passarão por um processo seletivo composto por quatro fases: Curso Online; Teste de Aptidão Tech para saber o nível de conhecimento de cada candidato; Resolução de Case; e Coding Tank, com uma semana imersiva de aulas de programação.  

“Essa é uma oportunidade de aprender conteúdos essenciais sobre os principais recursos de programação do mundo. Durante os cinco anos de Santander Coders, milhares de pessoas tiveram a oportunidade de reingressar no mercado graças aos conteúdos alinhados com as principais demandas para o setor de tecnologia”, afirma Marcio Giannico, head senior de Governos, Instituições, Universidades e Universia do Santander no Brasil. 

Durante o período de formação, os alunos terão, ainda, aulas obrigatórias com foco em empregabilidade e orientação de carreira, com o objetivo de auxiliá-los no acesso ao mercado de tecnologia. A divulgação da lista final com os aprovados ocorrerá a partir do dia 25 de julho e as aulas ocorrerão entre 29 de julho e 6 de dezembro.  

“Estamos empolgados em participar de mais uma edição do Coders. Este é o programa de educação em tecnologia mais tradicional do mercado e neste ano nossa maior prioridade é a empregabilidade dos participantes. Nesta nova era de inteligência artificial, a modernização de currículo e melhoria de suas habilidades torna-se ainda mais importante”, afirma Felipe Paiva, fundador e CEO da Ada. 

Desde o início, o programa Santander Coders contou com mais de 300 mil inscritos para mais de 1,8 mil bolsas de formação síncrona, com aulas transmitidas ao vivo e on-line. Apenas em 2023, foram distribuídas 100 mil bolsas digitais e 600 síncronas, com mais de 74 mil inscritos na segunda fase. Além disso, a jornada possui uma taxa de 85% de satisfação dos alunos com a formação. 

A estimativa, de acordo com dados do Panorama de Talentos em Tecnologia, produzido em 2023 pelo Google for Startups e em parceria com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), é de que o Brasil tenha um déficit total de 530 mil profissionais de tecnologia até 2025. Com o avanço da inteligência artificial, o mercado poderá exigir cada vez mais habilidades de programação e análise de dados. 

Para a Ada, é fundamental contar com a parceria do Santander nesse projeto. “É importante ter esse trabalho em conjunto com uma empresa tão sólida que acredita no propósito de educação e faz nosso país deslanchar. Nosso objetivo é democratizar o acesso à educação de qualidade, com formações robustas que preparam os jovens para o futuro do mercado de trabalho”, finaliza Paiva.  

Para participar não é necessário possuir conhecimento prévio, basta ter 18 anos, residir no Brasil e ter disponibilidade para assistir às aulas síncronas de programação. As inscrições ocorrem até o dia 19 de maio e podem ser feitas no Santander Open Academy

SERVIÇO 

Programa: Santander Coders 

Quando: 

  • Inscrições: 19 de março a 19 de maio
  • Processo Seletivo: 05 de junho a 19 de julho
  • Formação: 29 de julho a 6 de dezembro

Formato: Online 

Valor: Gratuito 

Santander e seu apoio à Educação Superior 

O Santander Universidades já impactou a vida de mais de 1,5 milhão de pessoas por meio de programas gratuitos realizados em parceria com 1,2 mil universidades de 26 países. Ao longo de 27 anos, este sólido compromisso destinou mais de 2,3 bilhões de euros a iniciativas de educação, com a perspectiva de investir mais 400 milhões de euros até 2026. Apenas em 2023, foram investidos 105 milhões de euros e apoiamos mais de 498 mil pessoas e empresas. Foram entregues no Brasil mais de 184 mil cursos, bolsas de estudo e mentorias para apoiar jovens, universitários, empreendedores, PMEs e startups. Essa entrega é realizada através do Open Academy, plataforma aberta de cursos, conteúdos e bolsas gratuitas e pela plataforma Santander X, iniciativa de apoio ao empreendedorismo, que dá acesso a mentorias nacionais e internacionais, desafios globais e premiações com incentivo financeiro. Além de acesso a investidores, visibilidade internacional e networking. Devido à sua forte atuação na educação, o Santander foi reconhecido em 2023 pela revista Fortune como uma das empresas que mais contribui para um mundo melhor, de acordo com a lista ‘Change the World’

Pluxee visa alcançar 1.500 jovens com cursos gratuitos de empreendedorismo

A Pluxee, em parceria com a Aliança Empreendedora, lançou o projeto “Empreenda Jovem”, uma iniciativa que visa capacitar jovens empreendedores em situação de vulnerabilidade, com idades entre 18 e 29 anos. O programa foi desenvolvido como parte da estratégia de Sustentabilidade da Pluxee e representa um marco em seu compromisso em promover impacto social positivo. O projeto oferece inscrições contínuas ao longo de quatro meses, desde a abertura das inscrições, dia 1° de abril até o final de julho. Não há processo seletivo e as vagas são ilimitadas, com a meta de capacitar 1.500 jovens empreendedores. As inscrições serão realizadas de forma online e gratuita, dentro da plataforma Tamo Junto.

“Acreditamos que a educação aliada à oportunidade de geração de renda seja uma ferramenta fundamental para superar desigualdades e, como consequência, a insegurança alimentar. Estamos orgulhosos de trabalhar com a Aliança Empreendedora. Com o projeto ‘Empreenda Jovem’, buscamos capacitar jovens, promovendo a geração de renda e também fortalecendo as comunidades e os ecossistemas empreendedores”, diz Juliana Nobre, gerente de Sustentabilidade da Pluxee.

A empresa tem como meta estabelecer-se como líder em responsabilidade social corporativa no setor. Nesse contexto, o envolvimento com a juventude permite à empresa atuar em um horizonte de médio e longo prazo. O projeto proporciona aos jovens a chance de elevar a renda familiar, muitas vezes quebrando um ciclo de desigualdade enraizado por anos. O Empreenda Jovem visa não apenas o crescimento individual, mas também busca gerar impacto social.

Detalhes do curso e inscrição 

O programa gratuito de capacitação é destinado a jovens empreendedores ou aspirantes, com idades entre 18 e 29 anos, sendo a idade o único pré-requisito. Os interessados poderão clicar no link para se inscrever na trilha, disponível na plataforma Tamo Junto, e iniciar o curso imediatamente.

Os participantes terão uma trilha, à disposição, com seis cursos e ferramentas gratuitas, adaptáveis às necessidades e interesses individuais. Os temas abordados abrangem tecnologia, inovação, gestão, planejamento inicial e empreendedorismo digital. Além disso, a partir de maio, o programa oferecerá turmas de capacitação via WhatsApp, em paralelo à capacitação pela plataforma, conforme forem avançando na trilha. Aqueles que demonstrarem maior interação nos grupos de WhatsApp e completarem mais horas de curso terão a oportunidade de concorrer a mentorias coletivas e individuais com colaboradores da Pluxee e orientadores da Aliança Empreendedora, proporcionando um apoio adicional e personalizado para o desenvolvimento de ideias empreendedoras.