Qualcomm revela novo chip top de linha Snapdragon 8+ Gen 1

Qualcomm apresentou ao mercado nesta sexta-feira o seu novo chip para celulares de alto desempenho Snapdragon 8+ Gen 1, que promete melhorias significativas em relação ao seu antecessor, o que inclui pontos muito importantes como os ganhos em desempenho de CPU e eficiência energética.

A construção deste novo chip de 4 nanômetros inclui a tecnologia de processamento Kryo com núcleos Cortex, como novidades temos a promessa das melhorias de até 10% mais poder de CPU na nova plataforma e velocidades de até 3,2 GHz, tudo isso com uma boa relação de desempenho e gasto energético 30% mais eficiente do que o chip anterior, que já estava excelente!

Outro ponto que merece destaque é o poder gráfico do novo chip, que deverá garantir melhor desempenho para os games, aliado a GPU Adreno da nova versão, que inclui clock 10% mais alto e uma redução de 20% no consumo energético.

Veja um resumo das novidades do Snapdragon 8+ Gen 1 divulgados pela Qualcomm:

  • CPU Kryo com número ARM Cortex-X2 de até 3,2 GHz
  • GPU Adreno com aprimoramentos em renderização e HDR
  • Modem 5G Snapdragon X65
  • Processador de imagens Qualcomm Spectra com captura de até 200 MP/ Suporte para sensor único de 108 MP, câmera dupla de 64+36 MP e tripla de 36 MP
  • Suporte para vídeo em 8K e 30 fps ou 4K em 120 fps
  • Tela de até 4K e 60 Hz ou QHD+ e 144Hz
  • Suporte para monitor externo de até 4K e 60 Hz
  • Recarga rápida Qualcomm Quick Charge 5
  • Funciona com até 16 GB de memória RAM LPDDR5 de até 3200 MHz
  • Suporte para Snapdragon Elite Gaming

Agora é só esperar pelos novos smartphones top de linha para poder testar estas novidades ainda neste ano!! Eu arriscaria dizer que teremos um dobrável da Samsung com este chip em breve! O que você acha?

Via Tecmundo.

Samsung inicia pré-venda do The Freestyle no Brasil com Live de lançamento

Uma boa notícia de última hora direto da Samsung!! Hoje, 19 de maio, às 20h, a Samsung transmite em seus perfis oficiais no YouTubeTwitter e TikTok uma Live especial de lançamento do The Freestyle, o projetor Smart portátil de alta tecnologia da marca, que proporciona uma experiência multifuncional de entretenimento para todo tipo de usuário, como a possibilidade de criar imagens gigantes em qualquer lugar – dentro ou fora de casa.

Com participação especial de Alok e apresentação de um time de influenciadores formado por Vanessa Lopes (@vanessalopesr_)Fefe Schneider (@fefe)Juliano Floss (@julianofloss), além do especialista em reviews e tecnologia Bruno Lagoela (@escolhasegura), a Live de lançamento do The Freestyle da Samsung vai mostrar ao público os principais detalhes e diferenciais do produto, que projeta de 30 a 100 polegadas em resolução Full HD, tem configuração fácil e instantânea, além de proporcionar a mesma experiência de uma Smart TV Samsung e som Premium 360º embutido.

Além disso, quem assistir a Live até o fim poderá conferir em primeira mão o anúncio de uma promoção especial de lançamento do The Freestyle no Brasil. “A Live será a oportunidade perfeita para que os consumidores conheçam em detalhes toda a versatilidade e flexibilidade do The Freestyle, um produto revolucionário no portfólio da Samsung, com potencial ilimitado para criar experiências inesquecíveis em diferentes espaços e formatos”, diz Rodrigo Menezes, gerente sênior de marketing e digital na divisão de Consumer Electronics da Samsung Brasil.

Para maiores informações sobre o projetor The Freestyle na loja virtual e não perca as novidades sobre a marca em Samsung Newsroom Brasil.

Como formatar cartões SD no Mac

Se você precisa formatar um cartão SD ou cartão micro SD para sua câmera, smartphone ou game portátil e tem um Mac da Apple, vale a pena guardar este mini resumo para ajudar a fazer este procedimento de forma simples e rápida! Basta seguir os passos abaixo:

  1. Abra o aplicativo Utilitário de Disco no Mac
  2. Selecione a unidade de cartão SD correta
  3. Dê um nome ao seu cartão SD
  4. Selecione o tipo de formato desejado: ExFAT para o uso geral ou MacOS Extended (Journaled) para Mac.
  5. Pressione o botão “Apagar”
  6.  Aguarde a conclusão da formatação do cartão SD no Mac
  7. Remova seu cartão SD do seu computador

Uma dica simples, mas que pode ser muito útil no futuro e que vale a pena guardar e compartilhar!

A privacidade do iPhone em um novo comercial da Apple

A privacidade dos dados dos usuários é uma questão muito séria e neste ponto a Apple está provando estar na frente de seus concorrentes, deixando um poder de decisão maior nas mãos dos consumidores e não com das empresas. Hoje a Apple publicou um novo comercial com os principais recursos de privacidade do iPhone, tais como a Transparência do Rastreamento de Apps e a Proteção de Privacidade do App Mail.

O iPhone tem recursos de privacidade, como a Transparência no Rastreamento em Apps e a Proteção de Privacidade do Mail, que ajudam você a controlar quem fica e quem não fica de olho nos seus dados.

Neste vídeo uma mulher surpresa ao descobrir que suas informações pessoais estavam sendo vendidas em uma espécie de leilão no fundo de uma loja de discos, sendo que entre os itens listados, aparecem coisas como o seu histórico de navegação, emails, lista de contatos e mais. Para evitar que seus dados continuem a ser explorados, ela então decide ativar os recursos de privacidade de seu iPhone, fazendo com que todas as pessoas presentes no leilão desapareçam.

Acredito que já está na hora de termos algo parecido no Android, mas acho mais difícil isto acontecer dentro desta mesma proporção trabalhada pela Apple, ainda quando consideramos o quanto os dados dos usuários são importantes para o negócio do Google. De qualquer forma, vamos torcer para que isso aconteça em breve!! Agora assista ao comercial do Google:

Via MacMagazine.

Celular do Pix: Brasileiros compram smartphone intermediário para usar em casa

No vídeo de hoje vou falar sobre o celular do Pix, o smartphone que atualmente é comprado pelos brasileiros em grandes cidades para ser usado somente em casa. A ideia é deixar o banco e outros apps financeiros em casa para evitar problemas maiores em um eventual furto ou roubo, o que é realmente uma situação bem desagradável, mas atualmente necessária. Vale a pena conferir e não esqueça de deixar um like e fazer a inscrição no canal!

O iPad ainda não pode substituir um notebook

No vídeo de hoje vou falar sobre o iPad, que apesar de ter evoluído muito nos últimos anos, ainda não pode substituir um notebook em todos os momentos. É claro que dependendo das necessidades específicas de cada pessoa e da força de vontade em se adaptar ao sistema, tudo é possível, mas sempre vai depender de uma boa dose de esforço.

Mesmo sem usar um monitor externo para trabalhar eu ainda sinto algumas limitações que fazem com que eu ainda dependa do computador para realização de algumas tarefas, mas acredito que em breve boa parte destes problemas poderá ser resolvido pela Apple e desenvolvedores de apps. Enquanto isso não acontece eu ainda devo seguir com o tablet ao lado do notebook, pois com a tela touch, apps de música excelentes e para o consumo de conteúdo de textos (sites, redes sociais, livros e PDF) e vídeos o iPad ainda é bem superior ao notebook, principalmente no conforto e na quantidade de formas de interagir com o aparelho. Vale a pena conferir e não esqueça de deixar um like e fazer a inscrição no canal!

Voce é um acumulador digital?

No vídeo de hoje vou falar um pouco sobre o hábito de acumular equipamentos e arquivos, que é muito comum entre as pessoas que gostam de tecnologia, mas que devemos tentar reduzir ao máximo, para fazer o uso correto dos equipamentos e não deixar as coisas apenas paradas nas gavetas. De um bom tempo para cá venho reduzindo meus equipamentos somente ao mínimo necessário para o meu trabalho, salvo algumas raras exceções, fazendo a venda das coisas que comprei e a doação do que ganhei para testes no canal. Agora para fechar eu deixo a pergunta do título deste vídeo, você é um acumulador digital?

Google combate assédio e violência de gênero em respostas de seu assistente virtual

Eu sinceramente não tenho ideia do tipo de gente capaz de ofender uma assistente virtual, mas com certeza foi uma excelente iniciativa do Google incluir as respostas contra o assédio, e violência de gênero nas respostas de sua assistente. Veja os detalhes no release divulgado para a imprensa hoje!

O Google adotou um novo posicionamento para desestimular agressões verbais ao seu assistente de voz virtual, que podem reforçar preconceitos de gênero na sociedade. A iniciativa, que teve início nos Estados Unidos e já começou a ser implantada no Brasil, traz novas respostas que são ativadas sempre que há um insulto ou uso de termos que remetam a assédio ou violência de gênero durante as interações com a personalidade do Assistente.

A atualização faz parte de uma iniciativa com o objetivo de lidar com as inúmeras mensagens abusivas recebidas pelo Assistente no mundo. No Brasil, são centenas de milhares todo mês – grande parte delas com conteúdo de violência de gênero.

Em suas novas respostas, o Google Assistente tem abordagens diferentes, dependendo do nível de abuso cometido. Em caso de ofensa explícita – como uso de palavrões, ou expressões de conteúdo misógino, homofóbico, racista ou de sexo explícito -, a voz do Google poderá responder de forma instrutiva, usando frases como: “O respeito é fundamental em todas as relações, inclusive na nossa”; ou mesmo repelir esse tipo de comportamento, respondendo: “Não fale assim comigo”.

As mensagens que não são explicitamente ofensivas, mas que representam condutas que seriam consideradas inapropriadas no mundo real, também passam a ser respondidas de forma diferente. Um exemplo é quando alguém pergunta ao Assistente se quer “namorar” ou “casar” com ele. Neste caso, a voz do Google poderá dar um “fora” de um jeito bem-humorado, ou alertar sobre o incômodo trazido pelo comentário.

“Entendemos que o Google Assistente pode assumir um papel educativo e de responsabilidade social, mostrando às pessoas que condutas abusivas não podem ser toleradas em nenhum ambiente, incluindo o virtual”, afirma Maia Mau, Head de Marketing do Google Assistente para a América Latina.

“Um exemplo são os pedidos para ‘mandar nudes’. Embora isso possa até ser visto por alguns como uma ‘brincadeira’, por se tratar de uma conversa com a voz do aplicativo, não podemos ignorar que essa abordagem também reforça a ideia de que algumas pessoas, especialmente as mulheres, podem ter a sua intimidade invadida. No mundo real, isso é considerado uma forma de assédio. Por isso, o Google Assistente está se posicionando de maneira incisiva contra esse tipo de comportamento”, acrescenta a executiva.

Mulheres são o principal alvo

No Brasil, cerca de 2% das interações de personalidade do Google Assistente – ou seja, perguntas ou comandos de caráter pessoal (ex.: ‘Ok Google, como você está?’) – são de mensagens que utilizam termos abusivos ou inapropriados. Um a cada seis insultos são direcionados às mulheres, seja por expressões de misoginia ou de assédio sexual.

Analisando as ofensas registradas por cada uma das opções de voz do Assistente no Brasil – a vermelha, que soa como ‘feminina’, e a laranja, que possui um tom ‘masculino’ -, também observa-se diferenças na frequência com que determinado conteúdo é utilizado. Na voz vermelha, por exemplo, comentários ou perguntas sobre a aparência física (ex.: Você é bonita?) são quase duas vezes mais comuns do que na voz laranja. A voz com tom ‘masculino’, por sua vez, recebe um grande número de comentários homofóbicos – quase uma a cada dez ofensas registradas.

“Não podemos deixar de fazer uma associação entre o que observamos na comunicação com o Assistente e o que acontece no ‘mundo real’. Todos os dias, grupos historicamente discriminados recebem ataques de diversas maneiras no Brasil. E esse tipo de abuso registrado durante o uso do app é sim um reflexo do que muitos ainda consideram normal no tratamento a algumas pessoas”, ressalta Maia.

Respostas instigam buscas por informações

A construção do novo posicionamento do Google Assistente começou em 2019, inspirado pelo relatório I’d Blush if I Could, produzido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O documento trouxe um alerta sobre como o uso de vozes femininas e o comportamento submisso dos assistentes virtuais ajudariam a perpetuar preconceitos de gênero.

A primeira fase do projeto começou a ser implantada no ano passado, nos Estados Unidos, e priorizou a criação de respostas para os abusos registrados com mais frequência – no caso, ofensas e uso de termos inapropriados direcionados às mulheres. Em seguida, foram lançadas também respostas para abusos de cunho racial e de homofobia.

“Conduzimos pesquisas, estudos de experiência de uso com diversos grupos de participantes, e consultas internas com os Campeões de Inclusão – funcionários do Google que pertencem a comunidades historicamente alvos desse tipo de abuso ou comportamento inapropriado. O retorno que tivemos com essas pesquisas foi inestimável, e nos ajudou a refinar a estratégia”, explica Arpita Kumar, estrategista de conteúdo do time de Personalidade do Google Assistente.

Arpita conta que, ao longo dos testes, foi observado um crescimento de 6% de tréplicas positivas; ou seja, pessoas que, após receberem respostas mais incisivas contra ofensas, passaram a pedir desculpas ou perguntar “por quê”?

“As tréplicas positivas foram também um grande sinal de que as pessoas queriam entender melhor por que o Assistente estava afastando determinados tipos de conversa. As sequências dessas conversas tornaram-se portas de entrada para se aprofundar em temas como consentimento”, ressalta Arpita.

Estudo sobre expressões consideradas ofensivas no Brasil

No Brasil, a atualização das respostas passou por um processo de revisão e adaptação liderado pelo time local de Personalidade do Assistente. O objetivo foi avaliar o sentido que determinadas palavras ou expressões podem transmitir – por exemplo, a frase ‘você é uma cachorra’, que muitas vezes é usada como ofensa no contexto brasileiro.

O trabalho contou com a contribuição de grupos representativos formados por colaboradores do Google no Brasil – como o de Mulheres e o de Diversidade -, que ajudaram a identificar termos que são considerados ofensivos dentro de diferentes comunidades, ou remetem a preconceitos culturais. Esses grupos também contribuíram para a construção de respostas que pudessem ser mais apropriadas para cada situação.

Outro desafio foi separar os termos corretos daqueles usados pejorativamente para se referir a determinados grupos. Por exemplo, se a pessoa usar a palavra “bicha” ao invés de “gay” ou “homossexual”, o Google Assistente irá alertar que aquilo pode ser ofensivo.

Maia reforça que a nova atualização é mais um passo do Google Assistente para oferecer um serviço cada vez mais diverso e inclusivo para os brasileiros. “É um esforço contínuo. Sabemos que ainda não temos respostas para tudo, e que precisamos estar em constante atualização para nos adaptar às mudanças da sociedade”, completa a executiva.

As novas respostas estão disponíveis em todas as versões do Google Assistente no Brasil.

Backup: Será que realmente precisamos guardar tudo?

No vídeo de hoje vou falar sobre Backup, que com o passar do tempo vai ficando cada vez maior, seja na nuvem, computador ou HD’s e SSD’s externos, ocupando mais espaço e tempo para sua manutenção. Mas será que realmente precisamos guardar tudo? Acredito que chegou a hora de rever os arquivos de backup para salvar somente o que é essencial e importante. Vale a pena conferir e não esqueça de deixar um like e fazer a inscrição no canal.

https://youtu.be/U6bvmaKicYg

Será que dá para trocar o notebook pelo tablet?

No vídeo de hoje vou comentar um pouco mais sobre este assunto, que apareceu recentemente em um comentário de um inscrito que entendia que o tablet e o notebook eram usados para fazer as mesmas coisas, sendo que eu poderia ficar somente com um deles para trabalhar.

Apesar das limitações, acredito que atualmente a minha escolha, por mais incrível que possa parecer, seria o tablet, pois mesmo com seus evidentes pontos negativos e falta de poder de fogo e apps completos e mais robustos existentes no computador, ainda dá conta de praticamente todo o meu trabalho com pequenas alterações e ainda é um excelente companheiro de viagens, leitura de livros, consumo de mídia e para levar minhas séries e filmes de forma oficial nos próprios aplicativos para onde eu precisar!! Vale a pena conferir e não esqueça de deixar um like e fazer a inscrição no canal!